Entenda o motivo que torna Fausto Vera 'intocável' no meio-campo do Corinthians

Contra o São Paulo, Fausto atuou durante 90 minutos pelo quarto jogo seguido (Foto: Rodrigo Coca/Ag.Corinthians)


O empate do Corinthians por 1 a 1 com o São Paulo, no último domingo (11), pelo Campeonato Brasileiro, marcou o oitavo jogo consecutivo do volante argentino Fausto Vera pelo clube alvinegro. Além disso, foi a quarta partida seguida que o atleta atuou durante os 90 minutos.

+ ATUAÇÕES: Autor de golaço, Yuri leva a melhor nota do Corinthians em empate no clássico

A estatística do jogador, que chegou ao Timão há cerca de um mês e meio, contraria a filosofia do técnico Vítor Pereira, que, desde a eliminação corintiana na semifinal do Paulistão, no fim de março, adotou o esquema de rodízio entre os atletas, a fim de não comprometê-los fisicamente.

Principal ‘cabo eleitoral’ para que o Corinthians investisse na contratação de Fausto, o técnico Vítor Pereira destacou que o motivo para que o meio-campista seja frequentemente escalado como titular é justamente o vigor físico que ele apresenta.

- Os jogadores são diferentes dos outros. Ele (Fausto) tem uma capacidade física impressionante. Eles (jogadores do elenco) não recuperam da mesma forma. O que sentimos é que ele (Fausto) tem capacidade de jogar cada jogo. Algumas vezes poupamos na parte final, tem jogadores que têm dificuldade grande de recuperar passado três dias e isso (capacidade física) foi uma das condições pelo qual o Corinthians deu o dinheiro que deu por ele (Fausto) - disse Vítor em entrevista coletiva após o Majestoso.

O investimento feito por Fausto Vera foi o maior da atual administração corintiana. O Timão fechou com o Argentinos Juniors-ARG a compra por 4,5 milhões de dólares (R$ 23,1 mi, na cotação atual), a ser pago em três parcelas, até o fim do ano que vem. Além disso, ficou o compromisso de pagamento de mais 4 milhões de dólares (R$ 20,5 mi, na cotação atual), divididos por cumprimento de metas pelo atleta, o que deve acontecer, e custos da operação, como câmbio e comissão de intermediários.

+ Confira a tabela do Campeonato Brasileiro e simule os jogos do Timão

POTENCIAL DE REVENDA

Além do investimento esportivo, com expectativa de apresentação de resultado a curto prazo, que tem surtido efeito, a compra pelo Timão também estima um lucro financeiro futuro, já que Vera tem 22 anos e potencial para jogar no alto escalão do futebol nas próximas temporadas.

O volante corintiano, inclusive, mesmo com a baixa idade, é cogitado na seleção argentina para a disputa da Copa do Mundo, que será disputada entre novembro e dezembro, no Qatar. O atleta é observado pelo técnico Lionel Scaloni.

Fausto foi figura garantida no último ciclo das seleções de base na Argentina, tendo disputado os campeonatos Sul-Americano de 2017 e 2019, o Mundial de 2019 e os Jogos Olímpicos de 2020, jogados em 2021, em Tóquio, no Japão.

NO MAJESTOSO

Fausto Vera foi elogiado pelo técnico Vítor Pereira no clássico deste fim de semana. No segundo tempo, inclusive, o jogador quase marcou o seu primeiro gol com o manto alvinegro, mas acertou a trave em uma finalização de fora da área.

- (Fausto) Fez um jogo em alto nível. Na minha opinião, faltou gol na bola na trave, foi pena. Recuperou bolas, correu muitos quilômetros. Normalmente é quem tem mais quilômetros, é o que tem mais corrido, e isso é a fisiologia própria dele - destacou o português.

De acordo com a plataforma ‘SofaScore’, o camisa 33 acertou 89,3% dos passes, acertou duas das três bolas longas que tentou, finalizou três vezes (além da bola na trave, uma que foi para fora e outra bloqueada pela marcação são paulina), ganhou cinco dos sete duelos pelo chão, duas das quatro disputas pelo alto, além de registrar cinco interceptações, cinco desarmes e ter travado dois chutes e cortado duas bolas.