Cantillo joga fora nova chance no Corinthians e vê Ramiro ganhando espaço

Cantillo e Ramiro (foto) disputam posição no meio-campo do Corinthians (Foto: Rodrigo Coca/Ag.Corinthians)


Cantillo teve a faca e o queijo na mão para dar uma virada de chave em seu momento no Corinthians. Mas, ao contrário, o jogador entrou em campo no segundo tempo do duelo contra o Internacional, no último domingo (4), e foi muito mal.

+ Manto do Corinthians: veja os modelos finalistas para quarta camisa do Timão em 2023

Sem Du Queiroz, suspenso, a tendência era que o colombiano fosse titular contra o Colorado. No entanto, o técnico Vítor Pereira trouxe o primeiro indício de desprestígio do camisa 24, ao iniciar a partida com Ramiro na primeira faixa do meio-campo, ao lado de Fausto Vera.

No entanto, ainda que tenha participado do lance que originou o segundo gol do Timão, marcado por Yuri Alberto, Ramiro não foi tão bem. Perdendo algumas disputas no meio-campo e errando algumas tentativas de passe, o camisa 17 foi substituído antes dos 10 minutos do segundo tempo, justamente para entrada de Cantilo.

Era a chance do colombiano ir bem e retomar o espaço na ‘prateleira de cima’ do Timão, mas o meio-campista não conseguiu.

+ Confira a tabela do Brasileirão e simule os próximos jogos

O volante parecia disperso, recebeu um cartão amarelo em uma falta onde foi completamente atabalhoado e esteve totalmente fora do tempo no lance que terminou no gol de empate do Inter, marcado por Alan Patrick.

Na próxima semana, no clássico contra o São Paulo, no Morumbi, Du Queiroz estará de volta. Além disso, Maycon faz um treino de força, no processo de recuperação de uma fratura no segundo dedo do pé esquerdo, sofrido há mais de um mês. Roni se curou das dores no joelho e voltou a jogar. E Fausto Vera foi titular nos últimos sete jogos do Timão e mostra ter muita moral com o técnico Vítor Pereira.

Todo esse cenário dá conta que a tendência é que Cantillo tenha cada vez menos espaço no Timão. E a representação clara é que um atleta que voltou de empréstimo há dois meses já está na frente dele no critério de preferência para uma escalação titular.

Além da má fase nos jogos, os treinamentos também refletem na preferência do técnico Vítor Pereira por Ramiro. O camisa 17 treina muito bem, mostrando fibra, entrando em dívidas, enquanto Cantillo tem uma postura mais discreta e menos combativa em campo.