Cano reencontra última vítima e tenta evitar marca ingrata pelo Fluminense

Cano é o artilheiro do Fluminense na temporada (Foto: Mailson Santana/Fluminense FC)


Não é exagero dizer que as boas fases de Fluminense e Germán Cano andam juntas ao longo desta temporada. Um dos principais artilheiros do futebol brasileiro em 2022, o argentino é o nome do time até aqui. Mas para além da parte boa, isso também significa que, quando um cai, os dois caem. São quatro jogos sem marcar gols e, se não balançar a rede no sábado, o centroavante viverá o maior jejum pelo Tricolor.

A última vez em que Cano "fez o L" foi no 2 a 2 contra o Fortaleza, no Maracanã, pelas quartas de final da Copa do Brasil, no dia 17 de agosto, justamente o adversário da próxima rodada do Campeonato Brasileiro. Desde então, o atacante passou em branco contra o Coritiba, Corinthians, Palmeiras e Athetico-PR. Nessa sequência, o Flu só conseguiu vencer o Coxa.

O camisa 14 já viveu outras duas secas de quatro partidas desde que chegou ao Fluminense, mas nunca de cinco. A primeira vez foi nos jogos contra o Oriente Petrolero, no Maracanã, Santos, Junior Barranquilla e Cuiabá, quebrada no duelo com o Vila Nova. Depois, na transição entre Abel Braga e Fernando Diniz contra Internacional, Unión, Coritiba e Junior Barranquilla. O gol saiu decidindo o empate com o Palmeiras.

Veja a tabela do Campeonato Brasileiro

Dos 57 jogos do Fluminense em 2022, Germán Cano ficou fora somente de um, sendo titular em 50 deles. Nas vezes em que o jogador não marcou gols e nem deu assistência (são sete até aqui), o Tricolor teve 11 vitórias, sete empates e nove derrotas, balançando a rede 24 vezes nas 27 partidas.

​Com 31 gols na temporada, Cano, porém, tem bastante crédito com o torcedor, que o ovaciona antes de qualquer partida no Maracanã. Herói do título do Campeonato Carioca, marcando o gol que garantiu a presença do Fluminense na final e também os três diante do Flamengo na decisão, o jogador segue com confiança.

Acostumado em aparecer em jogos decisivos, Germán Cano pode ser fundamental para os próximos dias do Flu. Além do confronto com o Fortaleza neste sábado, às 19h, no Maracanã, o jogador também tenta retomar o caminho dos gols no duelo com o Corinthians pela semifinal da Copa do Brasil. O encontro será na quinta-feira, às 20h, na Neo Química Arena.