Cano marca hat-trick em treze minutos, e Fluminense vira para cima do São Paulo pelo Brasileirão


A bola procura o artilheiro. Faz tempo que esta frase é tão certeira e reflete o que acontece em campo. Em treze minutos, Germán Cano marcou três gols e deu a vitória ao Fluminense contra o São Paulo por 3 a 1, no Maracanã. Com isso, o Flu assumiu a vice-liderança do Brasileirão, com 64 pontos. Luciano marcou para o Tricolor paulista ainda no primeiro tempo. O São Paulo segue com 51, na oitava colocação, e pode perder a posição e deixar o G8 na rodada.

ATUAÇÕES: Cano e Ganso brilham na vitória do Fluminense em cima do São Paulo no Maracanã

Fluminense x São Paulo
Fluminense x São Paulo

Fluminense derrotou o São Paulo com show de Cano no Maracanã (MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC)


+ Confira e simule a tabela do Campeonato Brasileiro

PRESSÃO SÃO-PAULINA

O Fluminense iniciou a partida com seu estilo de jogo de muito toque de bola. No entanto, foi o São Paulo quem teve as melhores chances nos primeiro minutos. Igor Gomes achou Luciano no meio, que só escorou para Calleri finalizar para defesa de Fábio. Logo em seguida, Manoel perdeu o domínio, e Patrick deu um passe açucarado para Luciano. O camisa 11 parou em Fábio, que fez uma bonita defesa.

TRAVESSÃO ESTREMECE
Mesmo com mais posse, o Fluminense não conseguiu finalizar com perigo nos primeiros quinze minutos. Mas a grande chance aconteceu aos 17. Depois de uma boa tabela por dentro, Cano recebeu em condições de finalizar e soltou bomba. A bola estremeceu o travessão de Felipe Alves e foi para fora.

LEI DO EX
Após cobrança de lateral de Wellington, a defesa da equipe carioca afastou mal duas vezes. A bola, então, sobrou para Luciano acertar um lindo chute, no ângulo de Fábio. O atacante abriu o placar para o São Paulo, no Maracanã. O time carioca respondeu com uma boa chegada por dentro. Ganso tocou para Cano que bateu para fora.

FINAL AGITADO

Após saída de bola errada, Cano percebeu que Felipe Alves estava adiantado e tentou por cobertura, para grande defesa do arqueiro. Em outro bom momento, Ganso cruzou, na medida, para o camisa 14 cabeceou para mais uma grande defesa do goleiro são-paulino.

FAZ O L!
Na volta do intervalo, Diniz fez três alterações no Fluminense. Com um minuto de jogo, o jovem Alexsander chutou e no rebote de Felipe Alves, Cano marcou o seu quadragésimo gol na temporada. Com isso, superou Magno Alves como o maior artilheiro do clube carioca em um mesmo ano neste século.

COM UM TOQUE SÓ
Com mais volume de jogo, os donos da casa se animaram com a igualdade no placar e foram em busca da virada. Nathan deu um passe para Matheus Martins se lançar em profundidade. O atacante cruzou rasteiro e a bola achou o artilheiro. Cano finalizou com precisão, aos 10, e virou o jogo para delírio da torcida.

HAT-TRICK ARGENTINO
Três minutos depois, Nathan voltou a fazer boa jogada e achar Ganso pela esquerda. O maestro levantou a cabeça e cruzou para Cano só escorar e marcar seu terceiro gol na partida (42 na temporada). O argentino se tornou o estrangeiro com mais gols em uma edição da competição desde que ela começou a ser disputada nos formato de pontos corridos (2003-2022).

OLHO NA AGENDA

O próximo compromisso do Fluminense será na quarta, dia 9, às 19h, diante do Goiás, novamente no Maracanã. O São Paulo, por sua vez, entra em campo no dia anterior, às 21h30, contra o Internacional, no Morumbi.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE 3X1 SÃO PAULO

Local:
Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data e hora: 05/11/2022, às 16h30 (de Brasília)
Árbitro: Anderson Daronco (RS-FIFA)
Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS-FIFA) e Lucio Beiersdorf Flor (RS)
VAR: Rodrigo D Alonso Ferreira (SC)
Público Presente: 41.558
Público Pagante: 38.839
Renda: R$ 1.121.292,50
Cartões Amarelos: Nino (FLU) / Rafinha (SÃO)
Cartões Vermelhos: Rafinha (SÃO)

Gols: Luciano (29'/1T) (0-1) / Cano (1'/2T) (1-1) / Cano (10'/2T) (2-1) / Cano (13'/2T) (3-1)

FLUMINENSE (Técnico: Fernando Diniz)
Fábio, Samuel Xavier, Nino (Nathan - intervalo), Manoel e Cristiano (Alexsander - intervalo); André, Martinelli, Yago Felipe (Matheus Martins - intervalo) e Ganso (Felipe Melo 34'/2T); Arias e Cano (Michel Araújo 42'/2T)

SÃO PAULO (Técnico: Rogério Ceni)

Felipe Alves; Rafinha, Ferraresi e Léo; Reinaldo (Marcos Guilherme 15'/2T), Igor Gomes (Talles 15'/2T), Pablo Maia, Patrick (Galoppo - intervalo) e Welington; Luciano (André Anderson 21'/2T) e Calleri (Nahuel Bustos 27'/2T)