Campeão da F2, Felipe Drugovich será piloto reserva da Aston Martin

Depois de conquistar a Fórmula 2, Felipe Drugovich foi anunciado como piloto reserva da equipe da F1.
Depois de conquistar a Fórmula 2, Felipe Drugovich foi anunciado como piloto reserva da equipe da F1. Foto: (Dan Mullan/Getty Images)

Após a conquista inédita do campeonato de 2022 da Fórmula 2, o piloto brasileiro Felipe Drugovich tem mais motivos ainda para celebrar. Nesta segunda-feira, o paranaense foi anunciado como piloto reserva da Aston Martin, equipe da Fórmula 1, para a temporada de 2023 e fará parte do programa de desenvolvimento de pilotos da equipe.

Em seu perfil oficial no Twitter, a Aston Martin divulgou que: "Nós estamos encantados em anunciar que o campeão de 2022 da Fórmula 2, Felipe Drugovich, se tornará o primeiro membro do Programa de Desenvolvimento de Pilotos da Aston Martin".

Leia também:

Lawrence Stroll, dono da equipe, comentou sobre a chegada do brasileiro à elite do automobilismo: "Vimos e admiramos o caminho de Felipe para o sucesso este ano e nosso objetivo é fornecer a ele todas as habilidades e experiência necessárias para dar o próximo passo em sua carreira. Com o tempo, seria a validação definitiva se ele se tornar um piloto de Fórmula 1, juntando-se ao grande panteão de pilotos brasileiros como Emerson Fittipaldi e Ayrton Senna".

Drugovich, celebrou o acordo com a equipe da F1 e mirou o futuro: "Vencer na Fórmula 2 é considerado o melhor ponto de partida possível para uma carreira na Fórmula 1, e vejo meu papel na Aston Martin me dando todas as ferramentas para dar o próximo passo crucial. Para mim, 2023 será uma curva de aprendizado: estarei trabalhando com a equipe, mas meu objetivo principal é me desenvolver como piloto. Espero que isso me dê a oportunidade de correr na Fórmula 1 no futuro".