Campeã mundial, Natalia Guitler fala de jogos de futevôlei ao lado de Neymar: 'Queremos ganhar tudo'

C

ampeã mundial de futevôlei e teqball, a carioca Natalia Guitler, de 34 anos, entrou em quadra nessa quarta-feira, no Rio, formando dupla com Neymar. Tratava-se de encontro de amigos, mas os atletas levaram a sério a partida de futevôlei, com direito a postagens no Instagram. Logo após o que amistoso, fomos ter um particular com Natalia.

“Jogo com ele faz algum tempo, e é incrível. Sempre que jogamos somos muito competitivos e queremos ganhar tudo”, diz a carioca. “Ganhamos todos os jogos nessa quarta-feira. É sempre uma honra estar com o Neymar. Ele corre muito e joga muito.”

Influente nas redes sociais — só no Instagram são mais dois milhões de seguidores —, Natalia já esteve no lado oposto do atacante do e chegou a derrotá-lo no teqball. “Temos uma relação de amizade e respeito. Ele, diferentemente de outras pessoas do meio, não tem preconceito por eu ser mulher. Pelo contrário. Ney, Ronaldinho Gaúcho e Marcelo Vieira estão sempre me motivando, me elogiando”, comenta a carioca, que conquistou três títulos de Rainha da Praia e seis vezes o caneco do Campeonato Brasileiro de futevôlei.

E pensar que ela só colocou a bola no pé em 2017...

“Entre os 16 e 21 anos joguei tênis profissionalmente, com treinamento na Argentina, país de origem da minha família. Mas dei uma parada nas competições para estudar. Aos 30, depois de formada em Administração e pós-graduada em Marketing Esportivo, voltei às quadras, porém de futevôlei. Logo surgiu o teqball e passei a disputar nas duas modalidades”, conta Natalia. “Aliás, há chances de o futebol de mesa estar nos Jogos Olímpicos de Paris. É um dos meus maiores sonhos.”

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos