Camacho afirma que elenco do Santos está fechado com Orlando Ribeiro

Camacho está fora do confronto contra o Atlético-MG (Foto: Ivan Storti/Santos)


O volante Guilherme Camacho elogiou o trabalho do técnico Orlando Ribeiro no comando do Santos. O treinador conquistou a sua primeira vitória contra o Athletico, por 2 a 0, em jogo realizado na Vila Belmiro, e, após a recusa de Bielsa, seguirá a frente da equipe até o fim da temporada.

Após o jogo do Brasileirão, Camacho avaliou as diferenças de treinamento entre o período pré-clássico e o duelo com o Furacão.

- A primeira semana contra o Palmeiras foi conturbada, atípica, com troca de comando. Então, não teve muito tempo para trabalhar como ele queria. Mas acho que fizemos um bom jogo contra o Palmeiras. Hoje, acho que ele teve mais tempo por conta da parada do jogo da Seleção. Ele deu mais a cara dele para o time. Estamos felizes com o trabalho dele. O time se fechou, precisávamos ganhar de qualquer jeito, três derrotas seguidas, não pode no Santos. Foi um jogo nervoso, difícil, mas graças a Deus conseguimos a vitória. Espero que ele siga no cargo - disse o volante.

Camacho falou sobre as características do treinador, principalmente em ter a posse de bola, marca registrada de Orlando Ribeiro nas categorias de base. Além disso, o jogador elogiou os Meninos da Vila e espera ter mais chances de gols e vitórias.

- O estilo do Orlando é de posse de bola, estamos treinando isso. Estamos tentando ficar o máximo com a bola, não sofrer tanto lá atrás. Acho que a gente conseguiu. O Athletico não teve tanto perigo, nem o Palmeiras. Eles conseguiram quando ficamos com um a mais, nos desorganizamos. É até engraçado falar isso. Daqui para frente vai ter mais tempo para trabalhar e, com os meninos, vamos ter mais chance - completa.

Com a vitória contra a equipe paranaense, o Peixe subiu para a nona colocação na classificação, com 37 pontos ganhos. O resultado coloca fim em um longo jejum sem vitória, sendo três derrotas, contra Goiás, Ceará e Palmeiras. O último com Orlando Ribeiro.