Calleri diz que Boca e River buscariam o título no Brasileirão

Calleri é o artilheiro do São Paulo na temporada com 18 gols marcados. Foto: Marcelo Hernandez/Getty Images
Calleri é o artilheiro do São Paulo na temporada com 18 gols marcados. Foto: Marcelo Hernandez/Getty Images

Calleri vive nova “lua de mel” com os torcedores do São Paulo, em sua segunda passagem pelo clube. O atacante voltou depois de uma passagem de seis anos na Europa, onde defendeu Las Palmas, Osasuna e Espanyol na Espanha.

Em entrevista para a TNT, o atacante argentino falou da diferença que sente entre seus compatriotas e os brasileiros, entre outros temas.

Leia também:

"Nós trazemos um pouco de coração, uma vontade de vencer. Essa é a diferença entre muitos de nós que jogamos aqui e eles. É por isso que as pessoas aqui nos reconhecem e gostam de trazer argentinos. Cano está fazendo um grande torneio no Fluminense. Todos os times têm gringos, como se costuma dizer, tentamos contribuir com o possível para igualá-los em tudo de bom que sou", respondeu.

Vendo um cenário de domínio brasileiro nas copas continentais, perguntaram a ele o que aconteceria se River e Boca jogassem o Brasileirão. "Acho que aqui você deve ter grandes equipes por causa das distâncias, que são muito longas. E você precisa de uma equipe muito grande para lutar em todas as frentes. O São Paulo vai fazer quase 70 jogos no ano, no final, a agitação cobra seu preço e custa um pouco mais, mas acho que, com a qualidade dos jogadores que eles têm, River e Boca brigariam para entrar nas Copas e brigar pelo campeonato no Brasil", respondeu.

"A diferença econômica a favor dos brasileiros é muito grande. Palmeiras, Flamengo, Atlético Mineiro, com muito poder, se armaram de figuras e bons elencos, com muitas substituições. Acho que a Libertadores vai ser vencida por um brasileiro, Palmeiras ou Flamengo. Vamos torcer para que algum time argentino chegue à final, que tudo possa acontecer em uma partida", acrescentou.

Calleri ressaltou a força do Palmeiras e valorizou a classificação são-paulina para as quartas de final da Copa do Brasil, eliminando o rival.

"O Palmeiras é um time muito valorizado, o melhor do Brasil, é muito difícil jogar contra eles em ida e volta e eles são candidatos a tricampeonato na Libertadores. Eliminamos eles da Copa Brasil, foi muito bom e agora estamos nas quartas de final. São momentos emocionantes, de muita tensão", finalizou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos