Bustos elogia paciência do Santos e vê vitória justa contra o Juventude

Bustos ainda não venceu um clássico com o Peixe (Foto: Ivan Storti/Santos FC)


O técnico Fabián Bustos falou sobre a vitória do Santos contra o Juventude por 2 a 1, nesta terça-feira (14), pelo Campeonato Brasileiro. O time santista conseguiu a virada no segundo tempo com gols de Eduardo Bauermann e do atacante Marcos Leonardo.

No final do primeiro tempo, o volante Yuri, ex-Santos, acabou entrando forte no Jhojan Julio. O VAR foi acionado e o jogador acabou sendo expulso. O treinador argentino, porém, não credita a vitória apenas por ter um jogador a mais.

- Antes da expulsão já estávamos melhores, já merecíamos o empate. No segundo tempo, porém, mostramos mais a nossa forma, com muita movimentação, criando mais chances e tentando finalizar. Obviamente, com um jogador a mais, é fundamental porque temos mais espaço. Antes do empate, antes do 1 a 1, já merecíamos. Tivemos três ou quatro chances. Por pouco não convertemos - disse Bustos.

E para conseguir a primeira vitória como visitante e colocar fim em um jejum de seis partidas sem triunfos, Bustos pediu paciência aos jogadores na volta do intervalo.

- Voltamos sabendo que tínhamos mais 45 minutos para insistir, ter paciência, entrar por um lado e outro. Não foi por sorte, nós merecemos. Não me lembro de nenhuma bola que João Paulo tenha precisado defender. Eles marcaram por mérito próprio. No segundo tempo fomos melhor - completa o treinador.

Com o bom resultado em Caxias do Sul, o Alvinegro Praiano subiu para a sexta colocação na classificação, com 17 pontos ganhos. No próximo sábado (17), o Peixe retorna para seus domínios e faz o confronto paulista contra o Red Bull Bragantino.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos