Bundesliga: o que esperar da competição após as saídas de Haaland e Lewandowski?


Apesar do domínio exercido pelo Bayern desde 2012, a Bundesliga e o futebol alemão têm aspectos para chamar a atenção. A liga acabou de perder dois de seus grandes astros nesta janela de transferências: Lewandowski, estrela do Bayern que foi para o Barcelona, e Haaland, artilheiro do Dortmund que rumou ao Manchester City.

Não para tanto que a dupla das principais equipes do futebol da Alemanha foi ao mercado de transferências em busca de substitutos para os astros de suas equipes. Mas, os reforços são capazes de preencher as lacunas deixadas pelos dois centroavantes? O LANCE! mostra quem Borussia e Bayern trouxeram para suas equipes.

BAYERN: SAI LEWA E ENTRA MANÉ

Sadio Mané
Sadio Mané

Mané é o possível substituto de Lewandowski (Foto: Reprodução)

O Bayern de Munique foi um dos clubes que mais se movimentaram no mercado de transferências europeu. Para a defesa, os bávaros contraram o holandês Matthijs De Ligt da Juventus por 67 milhões de euros (R$358 milhões), no meio, o também holandês Ryan Gravenberch por 18,5 milhões de euros (R$99 milhões) e o marroquino Mazraoui para a lateral direita, os dois do Ajax respectivamente.

A equipe teve algumas saídas e a principal, claro, foi de Robert Lewandowski para o Barcelona. O atacante que estava no clube alemão desde 2014 não quis permanecer na equipe bávara após oito temporadas. Com a camisa do Bayern, Lewa marcou 344 gols em 375 partidas disputadas, além de ter vencido todas as edições de Bundesliga que jogou e a Champions League 2019/2020.

Rapidamente, o Bayern agiu e contratou o senegalês Sadio Mané que defendeu o Liverpool de 2016 a 2022 pelo valor de 32 milhões de euros (R$171 milhões). Pode ser que Mané ocupe a posição de centroavante, função que já fez várias vezes no Liverpool, embora sua posição de origem seja a ponta esquerda.

+ Levantamento mostra os jogadores com mais gols em 2022 no mundo

BORUSSIA DORTMUND E OS SUBSTITUTOS DE HAALAND

Karim Adeyemi - Borussia Dortmund
Karim Adeyemi - Borussia Dortmund

Adeyemi chegou para substituir Haaland (Foto: Divulgação/Borussia Dortmund)

O Borussia Dortmund, por sua vez, se movimentou para contratar mais de uma peça para ampliar o leque de opções do treinador Marco Rose. Os aurinegro repetiram o processo da contratação de Haaland em 2019 e assinaram com a jovem promessa Karim Adeyemi por 35 milhões de euros (R$187 milhões), junto ao Red Bull Salzburg. O jovem marcou 34 gols na última temporada, sendo quatro deles na Champions League.

Outro nome que chegou foi Sébastien Haller pelos mesmos 35 milhões de euros (R$187 milhões). Figura conhecida dentro da Bundesliga por já ter atuado pelo Frankfurt, o atacante voltou para o futebol alemão para atuar no Borussia Dortmund com a expectativa de substituir Haaland. No entanto, o marfinense deverá ficar longe dos gramados por vários meses após ser diagnosticado com um tumor no testículo.

+ Camisa da Alemanha para Copa é mais uma a virar piada na web; relembre outros casos

FORA DO EIXO
A Bundesliga vem sendo dominada pelo Bayern, sempre com o Dortmund sendo a segunda força dentro do país. Mas não é só da dupla que o campeonato vive. Vale a pena ficar de olho em equipes como o Eintracht Frankfurt que retornará à Champions League depois de muito tempo após o título da Liga Europa, além do crescente RB Leipzig que faturou a Copa da Alemanha na última temporada.

O atual campeão da Europa League foi ao mercado em busca de reforços e contratou Mario Götze, ex-Bayern e Borussia, além de ter sido o herói do título mundial da Alemanha em 2014

Eintracht Frankfurt - Europa League
Eintracht Frankfurt - Europa League

Frankfurt foi campeão da Liga Europa (Foto: JORGE GUERRERO / AFP)

O Leipzig, por sua vez, conseguiu segurar seu destaque na temporada passada: o atacante francês Christophe Nkunku. Além da permanência de Nkunku, a equipe conta com os retornos de jogadores que estavam emprestados como o jovem atacante Brian Brobbey, além da manutenção de jovens como Szoboszlai e Gvardiol.

Além de ter chegado às semifinais da última Liga Europa, o Leipzig é a principal a incomodar a dupla formada por Bayern e Borussia nos últimos anos.

O QUE ESPERAR DA BUNDESLIGA?
É certo que dois dos pilares para o interesse do público no Campeonato Alemão não estarão mais presentes na dupla dos principais clubes do país. Uma liga sem Haaland e Lewandowski pode ser um ponto capaz de gerar curiosidade sobre como que estas equipes construirão novos destaques não só na Bundesliga, como também nos certames europeus.

O início da liga será marcado por alguns mistérios para o torcedor, que deverão ser descobertos durante a temporada. A hegemonia do Bayern de Munique será quebrada? O Borussia seguirá sendo um rival direto? As saídas abrirão espaço para que novas equipes cresçam e ganhem protagonismo no cenário nacional? Certamente, o campeonato terá dúvidas para serem tiradas.

*estagiário, sob supervisão de Cayo Pereira.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos