Buffalo Bills e Philadelphia Eagles vencem e mantém 100% de aproveitamento na NFL

Reprodução Instagram - Stefon Diggs marcou trrês touchdonws na vitória dos Bills


Buffalo Bills e Philadelphia Eagles venceram suas partidas no encerramento da semana 2 da NFL na noite dessa segunda-feira (19/9). Enquanto os Bills não tomaram conhecimento do Tennessee Titans e triunfaram por 41 a 7, os Eagles não tiveram dificuldades para bater o Minnesota Vikings, por 24 a 7.

O Buffalo Bills (2-0) tem um início arrasador com o melhor ataque e melhor defesa da NFL até o momento. Por sua vez, os Eagles (2-0) assumiram a liderança compartilhada da NFC East ao lado do New York Giants, enquanto os Vikings (1-1), ficam empatados com Green Bay Packers, Detroit Lions e Chicago Bears, todos com a mesma campanha.

No no Highmark Stadium, em Buffalo, os destaques foram Josh Allen e Stefon Diggs. Em apenas três quartos, o quarterback lançou para 317 jardas e quatro touchdowns, três deles anotados por Diggs, que recebeu 12 bolas para 148 jardas. O outro TD foi anotado por Reggie Gilliam, que teve 17 jardas e duas recepções.

Contudo, o jogo não foi só de alegria para o Buffalo Bills. O cornerback Dane Jackson sofreu uma grave lesão na partida após dar um tackle no adversário e, em seguida, ser atingido muito forte por um companheiro. O defensor precisou deixar o estádio em uma ambulância. As primeiras informações dão conta de Jackson passa bem e fará exames mais detalhados para saber a gravidade da lesão.

Já no Lincoln Financial Field, na Filadélfia, o quarterback Eagles Jalen Hurts teve excelente noite, acertando 26 de 31 passes para 333 jardas e correndo para 57, além de dois TDs terrestres, um aéreo e uma interceptação. Miles Sanders liderou o backfield de Philly com 80 jardas em 17 carregadas e Dallas Goedert foi o líder de jardas aéreas com 82. AJ Brown (cinco recepções para 69 jardas) e DeVonta Smith (sete recepções para 80 jardas) também se destacaram.

Jalen Hurts se tornou o terceiro jogador com mais de 300 jardas, mais de 50 jardas e vários touchdowns em um jogo de Monday Night Football na história da NFL, juntando-se a Cam Newton (2012) e Michael Vick (2010).