Brasileiro fala sobre atuar no leste europeu: 'Era acordado por mísseis'

Pedro Marcos já jogou no leste europeu, Espanha e Suécia (Reprodução)


Com passagens pelo futebol lituano, espanhol e sueco, o carioca Pedro Marcos tem histórias para contar. O lateral-direito de 27 anos já conviveu com mísseis no Leste Europeu, teve que fugir de restaurante na Inglaterra e se deparou com uma cena inusitada na Suécia. O próprio defensor conta.

+ Ao L!, namorada que teve nome trocado ao vivo por goleiro revela 'pulga atrás da orelha'

- Quando atuava na Lituânia, era acordado por mísseis que eram atirados em treinamentos no município vizinho. Já ao ir para os treinos, me deparava diariamente com tanques de guerra. O clima era muito bélico e acabei indo embora. De férias em Bristol, Inglaterra, jamais imaginei que poderia correr tanto ou mais risco. Ao almoçar com um amigo que jogava num dos clubes da cidade, fomos avisados pela cozinheira local de que estávamos na rua do estádio rival e precisávamos sair imediatamente dali. Era como o Gabigol almoçando num restaurante em frente a São Januário, risos - disse.

+ Mauro Cezar detona atuação do Corinthians no Maracanã: 'Fluminense dominou'

Mas talvez a mais pitoresca história vivenciada por Pedro tenha ocorrido na fria Suécia. O jogador, que está parado, mas cogita retornar ao futebol, revive os momentos.

+ Cristiano Ronaldo quer comprar clube e demoli-lo para construir nova mansão

- Morava próximo a uma floresta e fomos eu e um outro brasileiro acompanhar o roupeiro, que iria caçar alces. Ao menos era isso que nós dois imaginávamos. Como não falávamos bem sueco, só entendemos no meio da confusão que o roupeiro estava disposto a matar os ursos que visse pela frente! E havia muitos! Foi desesperador! Felizmente nada aconteceu e voltamos em segurança, mas o susto, mais uma vez, foi grande - encerrou.