Brasil goleia Tunísia em último amistoso antes da Copa do Mundo

Paquetá, Neymar e Raphinha comemoram após gol marcado pela Seleção (Foto: ANNE-CHRISTINE POUJOULAT/AFP via Getty Images)
Paquetá, Neymar e Raphinha comemoram após gol marcado pela Seleção (Foto: ANNE-CHRISTINE POUJOULAT/AFP via Getty Images)

O Brasil goleou a Tunísia por 5 a 1, nesta terça-feira, no Parque dos Príncipes, em Paris-FRA, e encerrou sua série de amistosos antes da Copa do Mundo. Com um jogo nervoso e pegado, a Seleção teve um bom teste antes do Mundial, apesar do placar elástico. Raphinha, duas vezes, Neymar, Richarlison e Pedro fizeram os gols brasileiros.

Três gols em 20 minutos

Com clima hostil em um estádio tomado por torcedores da Tunísia, o Brasil se impôs rapidamente e aos dez minutos começou a balançar a rede com um lançamento espetacular de Casemiro e gol de cabeça, por cobertura, de Raphinha. O adversário ainda chegou a empatar com Talbi, mas Richarlison, iluminado, desempatou no minuto seguinte, deixando a Seleção Brasileira à frente no placar de novo. A nota negativa foi a banana atirada em campo na comemoração.

Leia também:

Jogo pegado, goleada e expulsão

Apesar da elasticidade do placar e da facilidade com que o Brasil balançava a rede, o jogo era complicado, pegado e a Tunísia não poupava nas entradas. Enquanto isso, a Seleção aproveitava. Primeiro Casemiro sofreu pênalti bobo e Neymar, com direito a cobrança humilhante, marcou o terceiro. Dez minutos depois, Raphinha recebeu de Richarlison e ampliou para 4 a 1. Em seguida, Bronn deu uma pegada forte em Neymar e foi expulso de campo.

Mudanças para o segundo tempo e jogo mais calmo

Na volta do intervalo, Tite lançou Pedro e Vini Jr. para o campo, mas o desempenho da Seleção diminuiu em relação ao primeiro tempo e os ânimos também ficaram mais calmos. Renan Lodi e Antony também receberam suas chances para atuar alguns minutos na etapa final.

Gol e carimbo na Copa

Mesmo com um segundo tempo abaixo do esperado, o Brasil conseguiu ampliar o marcador ao melhor estilo Pedro. Depois de Antony e Vini Jr. tabelaram, a bola sobrou para o centroavante do Flamengo pegar de primeira para balançar a rede e praticamente carimbar o passaporte para estar no Qatar entre os 26 convocados.

E agora?

Foi o último amistoso da Seleção Brasileira antes da Copa do Mundo. Agora, o calendário indica a convocação final, no dia 7 de novembro, a reunião dos jogadores em Turim, no dia 14 de novembro, e a estreia do Brasil na Copa, no dia 24 de novembro, diante da Sérvia.

FICHA TÉCNICA
BRASIL 5 x 1 TUNÍSIA
Local:
Parque dos Príncipes, em Paris (FRA)
Data-Hora: 27/9/2022 - 15h30 (de Brasília)
Árbitro: Ruddy Buquet (FRA)
Assistentes: Guillaume Debart (FRA) e Aurélien Drouet (FRA)
VAR: Marc Bollengier (FRA)
Público/Renda: não disponíveis
Cartões amarelos: Richarlison e Neymar (BRA) Laidouni e Jaziri (TUN)
Cartões vermelhos: Bronn, aos 41'/1ºT (TUN)
Gols: Raphinha (10'/1ºT) (1-0), Talbi (17'/1ºT) (1-1), Richarlison (18'/1ºT) (2-1), Neymar (28'/1ºT) (3-1), Raphinha (39'/1ºT) (4-1), Pedro (28'/2ºT)

BRASIL: Alisson; Danilo, Marquinhos (Ibañez, aos 33'/2ºT), Thiago Silva e Alex Telles (Renan Lodi, aos 19'/2ºT); Casemiro, Fred (Rodrygo, aos 33'/2ºT) e Lucas Paquetá (Vini Jr., no intervalo); Raphinha (Antony, aos 19'/2ºT), Neymar e Richarlison (Pedro, no intervalo). Técnico: Tite.

TUNÍSIA: Dahmen; Drager (Valery, aos 35'/2ºT), Talbi, Bronn e Ouanes; Skhiri, Chaaleli (Khazri, aos 16'/2ºT) e Laidouni; Slimane (Sliti, aos 35'/2ºT), Msakni (Khenissi, aos 16'/2ºT) e Jaziri (Ghandri, no intervalo). Técnico: Jalel Kadri.