Brasil enfrenta equipes de peso no grupo da morte da Copa do Mundo de FIFA 22

A eSeleção conquistou a vaga após ficar em segundo lugar nas eliminatórias da América do Sul (Foto: Reprodução/EA SPORTS Brasil)


O Brasil terá uma difícil missão na primeira fase da FIFAe Nations Cup 2022, a Copa do Mundo do game FIFA 22, que começa nesta quarta-feira, em Copenhague, na Dinamarca. A eSeleção Brasileira está no grupo A, considerado o grupo da morte do torneio. Para sonharem com a conquista os pro players brasileiros terão de superar Argentina, Inglaterra e Dinamarca, fortes candidatas ao título.

+ Firmino recebe proposta de time italiano, Nacional espera resposta do Suárez… O Dia do Mercado!

Logo de cara, a equipe formada por Paulo Henrique "PHzin", Klinger Castro e Gabriel Crepaldi enfrentará nomes de peso do cenário mundial, como o argentino vice-campeão mundial Nicolas "Nicolas99fc", o astro inglês Donovan "Tekkz" e a promessa dinamarquesa Anders Vejrgang.

Além de Brasil, Argentina, Inglaterra e Dinamarca, completam o grupo Singapura e Escócia. A FIFAe Nations Cup 2022, de 27 a 30 de julho. A competição marca o retorno da Copa do Mundo de FIFA depois de cancelamentos nos últimos dois anos por conta da pandemia de Covid-19.

Na última edição da Copa do Mundo de FIFA, em 2019, o Brasil parou nas quartas de finais, sendo derrotado pela França, que terminaria a competição como campeã.

+ Brasil conquista título continental de torneio de VALORANT aos universitários

Nas eliminatórias para o mundial, a eSeleção conquistou 17 pontos em 10 jogos, terminado a fase de pontos na vice-liderança, atrás somente da Argentina (21). No mata-mata, o Brasil superou o Peru por 4 a 2 na semifinal, onde garantiu a vaga para FIFAe Nations Cup. No entanto, a equipe acabou sendo derrotada pela Argentina na final por 4 a 3 (placares agregados).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos