Botafogo recebe Avaí em tentativa de quebrar série de jogos sem vitória

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Nesta segunda-feira (13), às 19h, o Botafogo joga em casa contra o Avaí. A equipe carioca não vence há quatro jogos e se for derrotada pode perder a 16ª posição para o adversário catarinense.

Com uma vitória, o Fogão pode alcançar, na combinação mais favorável, a 7ª colocação com 15 pontos, muito em função dos bons resultados nos primeiros jogos do Brasileirão. Mas vai precisar vencer no Nilton Santos, onde, apesar do apoio da torcida, com a 6ª maior média de público do campeonato, tem deixado a desejar na competição nacional.

O Avaí também tem tido dificuldades nas últimas rodadas, após bom começo na Série A. Com vitórias na Ressacada a equipe de Barroca chegou a figurar no G4. O desempenho da equipe, todavia, despencou desde o começo de maio, sobretudo nos jogos como visitante. Hoje, o clube catarinense ocupa a 18ª colocação com 11 pontos, e pode se colar ao pelotão do meio da tabela se conquistar outros três.

O Botafogo pode ser reforçado pelo atacante Erison, que volta de lesão. Ele conseguiu treinar neste domingo (12), no Espaço Lonier, após ficar fora da partida contra o Palmeiras, na última quinta-feira (9). O jogador chegou a viajar para São Paulo, mas, com dores no tornozelo em virtude de uma pancada sofrida na derrota para o Goiás, sequer foi relacionado.

Em entrevista coletiva, o treinador do Botafogo, Luís Castro, reconheceu que é preciso fazer mudanças, mas ponderou que tem poder 'limitado', uma vez que o espaço entre os jogos é curto. Na impossibilidade de fazer mudanças profundas, ele detectou o que pode fazer para melhorar a equipe já na próxima partida.

"Em três dias não mudamos um sistema tático de um jogo para outro. A pequena parte que quero mudar nos próximos jogos é a falta de atitude competitiva que tivemos. Isso sim. Aumentar a intensidade com que jogamos que já tivemos em vários outros jogos", disse Castro.

A disputa do Fogão no meio da tabela da Série A é um passo normal na construção de um projeto a longo prazo, na avaliação do treinador. "É um caminho de construção para mantermos na Série A neste ano e ser campeões daqui dois, três anos. Nunca vendi ilusões porque vim muito de baixo e não vai ser aqui que vou vender ilusões", declarou.

Estádio: Nilton Santos, em Rio de Janeiro (RJ)

Horário: 19h00 (de Brasília) desta segunda-feira (13)

Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (SP)

VAR: Vinicius Furlan (SP)

Transmissão: Premiere

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos