Botafogo quebra longo tabu e Luís Castro deixa outra marca para trás


A vitória do contra o Goiás não apenas aproximou o Botafogo do G8 do Brasileirão e da zona de Taça Libertadores, como também deixou uma marca negativa envolvendo a equipe goiana para trás. O Alvinegro não vencia o Esmeraldino em Goiânia há 13 anos.

Botafogo - Luis Castro
Botafogo - Luis Castro

Luís Castro durante o duelo contra o Goiás (Foto: Vitor Silva / Botafogo)

+ Marçal, do Botafogo, se vê com potencial de ser convocado: 'Eu faria a Seleção Brasileira jogar melhor'

A última vez havia sido no Campeonato Brasileiro de 2009. Na ocasião, um triunfo por 3 a 1 no Serra Dourada com gols de André Lima, Victor Simões e Jobson. Desde então, o Botafogo acumulava quatro derrotas e um empate ao enfrentar o rival nos próprios domínios.

Mas isso acabou. O Glorioso superou o 'fantasma de Goiânia' na noite desta quarta-feira. Vale lembrar que não foi a primeira vez que Luís Castro deixou uma marca negativa para com o Botafogo pelo caminho neste Campeonato Brasileiro.

Na verdade, foi a quinta vez que o time chegou com o adversário carregando algum tipo de "vantagem" - seja histórica ou de momento, como por exemplo uma boa fase - e o Botafogo conseguiu um resultado positivo. Relembre as outras:

Ceará 1 x 3 Botafogo: foi a primeira vitória do Botafogo sobre o Vozão fora de casa no Século XXI;

Flamengo 0 x 1 Botafogo: o Glorioso não vencia o rival há oito jogos;

Internacional 2 x 3 Botafogo: a equipe comandada por Mano Menezes chegou na partida com uma sequência de 16 jogos de invencibilidade;

Fortaleza 1 x 3 Botafogo: o Leão do Pici estava há seis jogos invicto e era o líder do returno.