Botafogo fica no empate com o Ceará no Nilton Santos pelo Brasileirão


+ Botafogo monitora Igor Gomes e fica à espera de definição com São Paulo

A equipe comandada por Luís Castro segue sem vencer no segundo turno. O time chegou a 25 pontos e ocupa a 12ª colocação, mas ainda pode ser ultrapassado com o andamento da rodada. O Ceará também tem 25, mas está em 14º. Veja a tabela do Brasileirão!

O Botafogo terá uma semana livre e volta a jogar no próximo sábado contra o Atlético-GO, às 21h, no Estádio Nilton Santos, pelo Brasileirão. O Ceará já tem um compromisso nesta quarta-feira: o jogo de volta das quartas de final da Copa Sul-Americana contra o São Paulo, no Castelão.

Botafogo x Ceará
Botafogo x Ceará

Botafogo tropeçou em casa (Foto: Vitor Silva/Botafogo)

NA CONTA DO PATRÓN
​O placar ficou zerado por pouco tempo. O Botafogo começou em cima e contou com a bola parada - uma das deficiências do Ceará - para marcar. Lucas Fernandes bateu falta na medida e Cuesta deu uma casquinha para desviar ao fundo das redes ainda antes dos dez minutos.

CHANCE INACREDITÁVEL
Mesmo com a vantagem, o Glorioso seguiu em cima, mas o Ceará não ficou refém do jogo - pelo contrário. O Vozão perdeu uma chance incrível: após roubada de bola no meio-campo, Mendoza cruzou na medida para Guilherme Castilho que, livre praticamente na pequena área e com Gatito já fora da jogada, chutou para fora.

A reta final do primeiro tempo foi de equilíbrio. Nenhuma das equipes teve uma chance de arrancar grandes suspiros dos torcedores. Melhor para o Botafogo, que foi para o intervalo com a vantagem no placar.

É NA SPEEDY
Se o Botafogo foi rápido para marcar no primeiro tempo, foi a vez do Ceará sair para o abraço com rapidez na etapa complementar. Em cobrança de escanteio ainda aos três minutos, a defesa do Glorioso bateu cabeça e a bola sobrou livre para Mendoza concluir para o fundo das redes.

SÓ DEU VOZÃO
O segundo tempo foi, no geral, de pouca emoção, mas o Ceará acelerou ações nos minutos finais da partida e botou o Botafogo para suar. Vina obrigou Gatito a fazer uma defesa no ângulo e um chute de Mendoza dentro da área assustou.

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO 1 X 1 CEARÁ
Local: Nilton Santos, Rio de Janeiro (RJ)
Data e Horário: 06/08/2022, às 16h30
Árbitro: Raphael Claus (FIFA-SP)
Auxiliares: Danilo Ricardo Simon Manis (FIFA-SP) e Alex Ang Ribeiro (SP)
VAR: Vinicius Furlan (SP)
Gramado: Regular
Público e renda: 21.657 presentes / R$ 578.900,00
Cartões amarelos: Lucas Fernandes, Jeffinho e Saravia (BOT); Luiz Otávio, Zé Roberto, Messias e Michel Macedo (CEA)
Cartões vermelhos: -

Gols: Victor Cuesta (1-0, 9'/1ºT); Mendoza (1-1, 4'/2ºT)

BOTAFOGO: Gatito Fernández; Saravia, Philipe Sampaio, Cuesta, Daniel Borges; Lucas Fernandes, Tchê Tchê, Eduardo; Luís Henrique (Vinícius Lopes 19'/2ºT), Erison (Matheus Nascimento 34'/2ºT), Jeffinho. Técnico: Luís Castro.

CEARÁ: João Ricardo; Nino Paraíba (Michel Macedo 22'/2ºT), Messias, Luiz Otávio, Victor Luís; Richard Coelho, Guilherme Castilho (Fernando Sobral 29'/2ºT); Jhon Vásquez (Cléber/Intervalo) (Zé Roberto 3'/2ºT), Lima (Erick 22'/2ºT), Mendoza; Vina. Técnico: Marquinhos Santos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos