Botafogo conclui Plano de Cargos para funcionários da área corporativa


O Botafogo vai se reestruturando também fora de campo. O clube informou, via nota oficial divulgada na tarde desta quinta-feira, que finalizou o Plano de Cargos, Salários e Carreira para os funcionários da área corporativa.

+ Entenda por que John Textor ainda não fechou com a fornecedora para o uniforme do Botafogo

A medida diz respeito a descrever funções, atribuições e compromissos de cada funcionários, além de atribuir salários com valores respectivos a cada 'degrau' correspondido nestas escalas.

AO VIVO E DE GRAÇA: LANCE! vai transmitir ao vivo e de graça jogos da Bundesliga a partir deste sábado. Confira todas as informações sobre o torneio e transmissão aqui.

O clube também informou que colocou um novo piso salarial para cada funcionário, além de ter contratado 2/3 de mulheres na nova leva de contratações para a equipe.

CONFIRA A NOTA DO BOTAFOGO:
"Como andamento à Estratégia Institucional para os próximos anos, o Botafogo teve avanços importantes na estruturação organizacional da área corporativa. Após cerca de um período dois meses de diagnóstico e avaliação do cenário interno e externo, foi finalizado o Plano de Cargos, Salários & Carreira da organização. Em linhas gerais, o Plano -- liderado por John Textor, Thairo Arruda e Diego Mello -- contempla a definição e avaliação dos cargos de todas as áreas corporativas da empresa, incluindo a faixa salarial aplicável em cada caso. Espera-se com isso o fomento à uma cultura interna baseada na valorização e reconhecimento das pessoas. O mesmo trabalho está agora sendo desenvolvido para as áreas do Futebol, contemplando todos os cargos da estrutura.

Na esteira desse processo, está em fase de validação final o Plano de Remuneração Variável para a área corporativa, elaborado com os objetivos principais de aproximar os objetivos individuais aos da empresa e criar um modelo de gestão direcionado para resultados, premiando profissionais que obtiverem destaque em suas áreas.

Entre abril e setembro foram realizadas cerca de 30 contratações entre gestores e profissionais de staff, sendo 2/3 de mulheres, evidenciando a busca por equidade de gênero inclusive em cargos de liderança. Nesse mesmo período, foi concluída a contratação de Plano de Saúde e Odontológico para todos os colaboradores em condições superiores às praticadas no mercado esportivo. Outro ponto de destaque foi a implementação de um piso salarial equivalente a cerca de dois salários-mínimos."