Borja é anunciado como reforço do River Plate: saiba quanto o Palmeiras tem a receber

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Borja acertou sua transferência para o River Plate, da Argentina (Foto: Divulgação / River Plate)
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


Miguel Borja é jogador do River Plate. O centroavante foi aprovado nos exames médicos e o anúncio oficial aconteceu nesta terça-feira (12). A operação custou cerca de 7 milhões de dólares (R$ 37,9 milhões de acordo com a cotação atual) aos cofres do time argentino.

GALERIA
> Scarpa vai deixar o Palmeiras: veja 60 jogadores do Brasil que já podem assinar pré-contrato

O Palmeiras é grande interessado na negociação, pois era dono de 50% dos direitos econômicos do atacante de 29 anos — a outra metade pertencia ao Junior Barranquilla (COL), último clube do jogador. Portanto, o Verdão ficará com 3,5 milhões de dólares (R$ 18,9 milhões).

Borja foi a contratação mais cara da história do Alviverde. Em 2017, com aporte da Crefisa, o clube pagou 10,5 milhões de dólares ao Atlético Nacional (COL) para adquirir 70% dos direitos do colombiano. Além disso, devido a uma cláusula contratual, posteriormente o Verdão foi obrigado a comprar os 30% restantes por mais 3 milhões de dólares.

Vinculado ao Palmeiras, o jogador ainda passou por empréstimos a Grêmio e Júnior Barranquilla, até que o time colombiano o adquiriu em definitivo por 3,5 milhões de dólares no ano passado. Na negociação, o Verdão manteve metade dos direitos do atleta.

Eliminado da Libertadores, o River Plate estava no mercado atrás de um substituto para Julián Álvarez, atacante argentino de 22 anos que foi vendido ao Manchester City (ING). Além de Borja, os 'Millonarios' também tentaram a contratação do uruguaio Luis Suárez.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos