Bolsonaro admite ajuda ao Flamengo por estádio próprio

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Presidente Jair Bolsonaro confirmou que irá atender o desejo do clube rubro-negro.
Presidente Jair Bolsonaro confirmou que irá atender o desejo do clube rubro-negro. Foto: (DANIEL RAMALHO/AFP via Getty Images)

O Presidente da República, Jair Bolsonaro, confirmou, em evento em São Paulo, nesta segunda-feira, que irá atender ao pedido feito pelo Flamengo e ajudar na construção do estádio próprio do clube rubro-negro no Gasômetro, região central do Rio de Janeiro.

A área que é desejo do Flamengo é pertencente à Caixa Econômica Federal e ainda possui um quartel do Exército Brasileiro, o que não foi visto como um problema pelo chefe do Executivo, que confirmou ter conversado com Daniella Marques, presidente da CEF, sobre o tema: "(Eu e Daniella Marques) Tratamos desse assunto (estádio do Flamengo). Adiantei e liguei agora há pouco para o comando do Exército Brasileiro, porque, vizinho ao Gasômetro, tem um quartel do Exército. Se for o caso, entra no pacote. Vamos atender ao Flamengo. O estudo de viabilidade (para construção do estádio) está bastante avançado".

Leia também:

A diretoria do Flamengo vê o Gasômetro como uma excelente área, uma vez que é bem localizada na cidade e, por ser parte da zona central, possui diversas opções de transporte público e vias de acesso para motoristas. Ser próxima dos dois aeroportos de maior movimentação na cidade, Santos Dumont e Galeão, além da Rodoviária Novo Rio, também faz com que a área seja valorizada.

Anteriormente, dois locais que foram desejo do clube do Ninho do Urubu eram uma área em Deodoro e outra na Barra da Tijuca, mas a possibilidade de ter um estádio em um ponto que não seja tão afastado, como os dois citados anteriormente, agrada mais.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos