Quanto de Olimpíada deve ter no noticiário da Globo?

Diferentemente do que ocorreu em edições anteriores, a Rede Globo não transmitirá os Jogos Olímpicos de Londres, evento exclusivo da Record na TV aberta e que só compartilhou com as emissoras fechadas SporTV, canal da Globosat, ESPN e BandSports a exibição da Olimpíada no país.

Sem os direitos da competição, a pergunta que se faz é: quanto a Globo, maior TV do país e com audiência muito acima de qualquer outra, deve falar sobre Olimpíada em seus noticiários, os esportivos e também aqueles mais gerais? A meu ver, essa é uma decisão da TV Globo, que pode, sim, dar tratamento não tão especial, porém ignorar por completo os Jogos de Londres ou mesmo condená-los a um cantinho qualquer em seus programas é fazer mau jornalismo. Um erro.

Os telespectadores da Globo, bem como os do SBT, Bandeirantes, TV Cultura, Rede TV!, entre outros canais da televisão aberta devem ser informados sobre o maior evento esportivo do mundo. Quem se propõe a levar a sério jornalismo em sua grande de programação tem a obrigação de falar de Olimpíada. É notícia. Das mais importantes. Não é opcional dar ou não informação sobre o que rola na Inglaterra. É compromisso com o telespectador. Só um canal que assumidamente não dê importância a jornalismo deixa de cobrir os Jogos de Londres.

Não serve nem a desculpa de que a Record cedeu poucos minutos em imagens oficiais da Olimpíada. Se não tem fartura de imagem, que use a criatividade, pegue outras de arquivo relacionadas à notícia ou mesmo à reportagem sobre o fato a ser relatado. Não há o que justifique a falta de compromisso com a notícia.

O que não pode é o apresentador do Globo Esporte, Tiago Leifert, em participação no SPTV, justificar que terça-feira é um dia com poucas notícias e optar por extensa reportagem sobre torneio de sumô em lugar de matérias sobre as seleções olímpicas feminina e masculina de futebol, que estreiam, respectivamente, amanhã e depois de amanhã. Lamentável.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos