Luxemburgo: “como Messi pode ser melhor do mundo se não jogou contra o Flamengo?”

Rogerio Jovaneli
TV Esporte Blog

Em uma entrevista a Cléber Machado no programa Esporte Espetacular, da TV Globo, o técnico Vanderlei Luxemburgo contestou o argentino Lionel Messi como melhor jogador do mundo. Disse: "como Messi pode ser melhor do mundo se não jogou contra Flamengo, Corinthians?". Parece piada, mas não é. Ele falou sério.

O treinador reclamou do fato de se olhar apenas para a Europa e ignorar o futebol da América do Sul na hora de se eleger os melhores jogadores de futebol do mundo, só que o fez da pior maneira possível. O treinador do Grêmio talvez tenha se esquecido, mas recentemente Messi passou por esse "desafio" de enfrentar um grande time brasileiro, o Santos. Foi na final do Mundial de Clubes da Fifa, em dezembro do ano passado, e atropelou o time de Neymar, Ganso, Muricy e companhia. O seu Barcelona impôs categóricos 4 a 0 no então melhor time do Brasil e da América.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

No bate-papo, Luxa ainda defendeu os jogadores que simulam faltas e tentam enganar a arbitragem. "O futebol é lúdico. Faz parte. Cabe ao árbitro ver se é falta ou não", argumentou. Bizarro. Como pode alguém defender a desonestidade? Pois foi o que Luxemburgo fez.

Em outro momento, o técnico disse que pretende trabalhar no Flamengo novamente, mas não como técnico. Pensa em ser dirigente do clube. "Conheço o Flamengo como jogador e como técnico. Quero conhecer a essência como dirigente. Eu queria viver a parte política do clube, para eu ter o entendimento de como me posicionar para postular uma candidatura", afirmou.

Diante de tais declarações, o TV Esporte Blog pergunta: será que o torcedor rubro-negro, que anda sofrendo tanto com a situação do time neste Brasileirão, ainda ameaçado de rebaixamento, merece ter alguém como Luxemburgo como cartola do clube?

Leia também