Galvão corneta Mano por entrada de ex-corintiano Elias em amistoso: ‘fazer o quê?’

O mau desempenho da seleção brasileira na Era Mano Menezes tem irritado muita gente e gerado reações raivosas de quem assiste aos amistosos da seleção canarinho, mas nesta terça-feira, no jogo contra a Bósnia, conseguiu algo impensável: um comentário crítico de Galvão Bueno. E o mais surpreendente: quem assistia concordou.

Isso ocorreu quando na etapa final da partida o repórter Tino Marcos anunciou uma alteração no time brasileiro: "Elias vem aí", informou, provocando rápida e espontânea reação de Galvão: "fazer o quê?", soltou, sem pensar muito, demonstrando toda a sua insatisfação com a opção do treinador. Naquele momento, estava 1 a 1 o jogo e todos esperavam pela entrada de Paulo Henrique Ganso, meia do Santos.

Exceção feita ao ex-jogador e atual comentarista Casagrande, boa parte das análises nas transmissões da TV Globo são bastante amistosas quando se trata de seleção brasileira. Raramente se ouve uma crítica mais pesada. Ainda mais com destino tão certeiro. Prova de que Mano não anda agradando, mesmo.

Mas, para a alegria (ou não) de Galvão Bueno, o ex-corintiano entrou bem na partida, a exemplo de Ganso, que finalmente entrara no jogo, e a seleção cresceu de produção, sendo premiada pela sorte com um gol contra após cruzamento forte de Hulk, outro que entrou no jogo no segundo tempo do amistoso.

Ainda assim, ninguém gostou da seleção. Até o comentarista de arbitragem da Globo, Arnaldo Cezar Coelho resolveu dar seu pitaco: "era melhor que tivesse terminado 1 a 1. Essa vitória é mentirosa", disparou, para orgulho (?) do agora crítico Galvão Bueno.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos