TV Esporte Blog

  • image

    Gilmar Rinaldi, coordenador de seleções da CBF, aproveitou a entrevista no programa Seleção Sportv para contar novidades vindas da reunião da comissão técnica com o alto escalão da CBF. 

    “Passei a manhã toda com a CBF, foi muito proveitosa, tenho uma notícia exclusiva pra vocês. Criaremos o Conselho de desenvolvimento e estratégia do futebol brasileiro, com ex-treinadores da seleção, para ouvi-los, saber onde podemos melhorar, para que a gente entenda a origem do problema. Temos que pensar no futuro, trabalhar onde as coisas possam ser feitas. Vamos chamar também ex-campeões mundiais, representantes da mídia esportiva. Queremos uma radiografia. Vamos chamar, num segundo momento, treinadores estrangeiros para que debatamos e busquemos soluções, bem como profissionais de ciência de tecnologia da saúde esportiva. O objetivo é diagnosticar o quadro atual do futebol brasileiro, criar um plano de ação estratégica em cima disso. E colocá-lo em prática”.

    Lédio Carmona disse que a decisão era

    Leia mais »from CBF faz "nova convocação" para salvar a seleção
  • image

    ESPN Brasil estreia especial emocionante sobre vida e carreira de Osmar Santos, nos 66 anos do narrador

    Foi numa curiosa chamada com o ex-jogador e atual apresentador Neto que o TV Esporte Blog descobriu que um documentário histórico estava prestes a estrear. A ESPN prepara uma aula de memória esportiva com quase 60 minutos de depoimentos e emoções sobre um dos maiores personagens do futebol brasileiro – que, curiosamente, nunca sequer entrou em campo.

    Marcelo Gomes é um dos responsáveis pela pesquisa do programa especial sobre Osmar Santos, que ganhará status de superprodução pelas mãos da ESPN Filmes. “É uma satisfação pra gente falar disso, porque a emissora já fez coisas relacionadas à história do esporte, mas os grandes documentários perderam um pouco o espaço, de um tempo pra cá”, assume.

    No entanto, com os 30 anos da redemocratização e os mais de 20 anos do acidente quase fatal sofrido por Santos - um dos narradores mais épicos da nossa história recente -, o grande astro não

    Leia mais »from Os novos pais da matéria
  • O famoso cafezinho

    Enquanto quase todo mundo acompanhava o emocionante Argentina e Paraguai pela semifinal da Copa América, talvez uma audiência mais discreta (o que é uma pena) se deu conta da presença de Wagner Ribeiro, controverso empresário de futebol, no Bate-Bola 3a edição da ESPN Brasil, na noite desta terça-feira (30).

    O agente se preparava para responder uma pergunta feita por telefone por Roberto Moreno, presidente do grupo DIS, sobre negociações entre Santos e Barcelona, quando o apresentador João Carlos Albuquerque chamou o intervalo comercial.

    Na volta, Albuquerque alertou que o tempo era curto - o programa já tinha três horas de duração - e após a resposta vaga de Ribeiro, olhou para a câmera e dirigiu-se a algum internauta, que sugeriu que os anunciantes foram chamados para que Wagner Ribeiro tivesse “tempo para pensar na resposta”. “Só pode ser um completo imbecil, um paspalho, para achar que eu faria um negócio desses, sobre um assunto em que nada me interessa. Mas se você quiser, podemos

    Leia mais »from O famoso cafezinho
  • Roberto Carlos e Ronaldo Fenômeno engrossaram o coro pesado de críticas à seleção no Bem, Amigos! da Sportv desta segunda-feira (29).

    Galvão Bueno abriu os trabalhos num tom curioso, quase inédito para o narrador, que é um conhecido entusiasta do time. “Foram quatro anos separando as eliminações do Brasil da mesma maneira, pro mesmo adversário, raio caindo no mesmo lugar. Mas essa foi a pior, a mais medíocre participação do futebol brasileiro, em meus 32 anos de transmissão da Copa América”, disse.

    Ronaldo Fenômeno, que também acompanhou a seleção de perto, foi taxativo. “A sensação que tenho é que não existe nenhuma sintonia entre jogadores e treinador, englobando comissão técnica. Em vários momentos, ficou comprovado que não temos padrão de jogo, mesmo com a equipe há um ano no comando. Foi muito abaixo do que esperávamos, pouquíssimos momentos em que parecia um time de verdade, só o gol do robinho contra o paraguai, por exemplo. A gente não vê cumplicidade entre treinador e atletas”.

    Leia mais »from Galvão Bueno classifica Brasil como "medíocre"
  • Zico reforça críticas à seleção

    Que as farpas voariam nas mesas redondas na noite desta segunda-feira (29) pós-eliminação na Copa América, todo mundo já esperava. O que ninguém contava era com a enxurrada de declarações de ex-craques, ex-técnicos e ex-campeões, no mesmo dia.

    Reunidos num evento do Instituto Bola Pra Frente, do ex-jogador Jorginho, todos os presentes diretamente envolvidos com o futebol foram questionados pela imprensa sobre o fracasso da seleção no torneio. E ninguém poupou críticas. Nem Parreira, nem mesmo Zagallo - que chegou a declarar que “não temos material humano adequado, porque estamos numa fase de transição”.

    Mas quem roubou a cena com um verdadeiro desabafo foi mesmo Zico. “Achei até que com a saída do Neymar, todos fossem se juntar e mostrar que não dependemos só de um jogador. Mas isso não aconteceu”.

    E sobre sua declaração ao jornal Extra, sobre a seleção não ser um “balcão de negócios”- referindo-se à presença de Gilmar Rinaldi na comissão, o ídolo flamenguista apenas reforçou. “Não falei

    Leia mais »from Zico reforça críticas à seleção
  • Eleito pelo Palmeiras como o melhor em campo na goleada de 4 a 0 sobre o São Paulo no último domingo, o zagueiro Victor Ramos é um dos convidados do programa Fox Sports Radio Night desta segunda (29).

    O jogador enfrentará os comentaristas Osvaldo Pascoal, Mario Sérgio, Flavio Gomes e Mauricio Borges na mesa redonda ancorada por Benjamin Back.

    Ramos foi também o destaque na coletiva de hoje na Academia de Futebol. Entre outros assuntos, falou com os jornalistas sobre gols em clássicos, sua altura privilegiada, entrosamento de jogo com os demais atletas e também elogiou este início de trabalho com o técnico Marcelo Oliveira, recém-chegado ao clube. Para ele, importante mesmo é permanecer com “os pés no chão” e não iludir-se com a vitória.

  • Nó tático*

    *Colaboração inestimável de Fernando Cesarotti

    O jovem comentarista Raphael Rezende deu um chamado nó tático nos veteranos Edinho e Carlos Alberto Torres durante o “Troca de Passes” deste domingo (28), no Sportv. Ao comentar a goleada do Palmeiras sobre o São Paulo, Rezende fazia a análise tática do primeiro gol alviverde quando, ao apontar uma falha de posicionamento do volante tricolor Souza, foi rebatido por Edinho.

    “Ele fez o que todo técnico pede: o volante entra na área entre os zagueiros para ajudar a  cortar o cruzamento. Especialmente quando é um jogador alto, como o Souza”, disse o ex-zagueiro, que disputou três Copas do Mundo pela Seleção Brasileira: 1978, 1982 e 1986.

    Mesmo avisado de que só havia um jogador adversário na área, o meia Robinho, Edinho continuou insistindo em defesa de Souza e chegou a dizer que o “errado” no lance era o autor do gol, Leandro Pereira. “O centroavante tem que estar dentro da área, o cruzamento por definição sempre é para a área. O errado era o

    Leia mais »from Nó tático*
  • A cara da derrota

    Dos links ao vivo mais sinceros sobre Seleção Brasileira dessa temporada de Copa América, Milton Leite, Maurício Noriega e Ricardo Rocha não esconderam a decepção (nem mesmo as críticas), e protagonizaram uma série de máximas ótimas em análise exibida na noite deste domingo (28), no Sportv.

    Leite começou a entrada ao vivo dizendo que a temperatura máxima no Chile foi de 10 graus - mas que a seleção amargou um tempo ainda mais gelado, após a derrota para o Paraguai. O que se seguiu a partir daí foram críticas ferrenhas e honestas sobre o fracasso da seleção de Dunga. “Jogamos uma bolinha pequena na Copa América. Só o Douglas Silva, que chutou a bola quase em Santiago”.

    Maurício Noriega foi ainda mais honesto. “Pior do que não classificar é não evoluir. O que sobraram foram lances bizarros, como aquele pênalti [sobre o lance de Thiago Silva].

    Depois da exibição do depoimento de Thiago Silva após o jogo dizendo que não se recordava de ter tocado a mão na bola dentro da grande área, Ricardo

    Leia mais »from A cara da derrota
  • Âncora de quatro programas na Fox Sports, ele falou tudo o que pensa, sobre diferentes assuntos, com exclusividade (e gentileza) para o TV Esporte Blog. Montou até um setlist com a trilha sonora do nosso papo – que você encontra ao final desta entrevista.


    Essa ideia de fazer TV esportiva mais solta, sem compromissos, é sua?

    Não foi uma coisa premeditada. Como o programa tem essa coisa mais informal…

    Qual deles?

    [Risadas] Na verdade, todos. Virei âncora, mas meu tom é esse. Lógico, hora de falar sério, vamos falar sério. Mas é meu jeito, não sou um personagem, quem me conhece há muitos anos sabe. Gosto de tirar sarro, brincar, fazer perguntas que, em outros programas, as pessoas não fariam. Gosto muito de me sentir como se estivesse assistindo. Apesar de fanático por futebol, tem coisas que eu já não tenho mais paciência. Não estou falando em certo ou errado, acho que tem espaço pra todo mundo, mas gosto de futebol como entretenimento. Me preocupo com a mulher que tem que assistir ao

    Leia mais »from Benjamin Back: “Onde é que está escrito que não pode haver humor no esporte?”
  • O Neymar da TV esportiva

    Se um dos argumentos mais usados sobre o craque da seleção brasileira e do Barcelona são os números - afinal, sua imagem vende e muito bem -, já dá para fazer um paralelo simples com Neymar e Tiago Leifert.

    O apresentador do Globo Esporte SP ganhou seguidores, admiradores e, a partir de agora, territórios. Na tarde desta quinta-feira (25), ele anunciou que estará deixando o programa oficialmente no próximo dia 6 de julho para integrar a área de entretenimento da TV Globo.

    Leifert ainda não deixou claro - a coluna tenta contato com ele, inclusive - se vai definitivamente para o Rio de Janeiro, nem mesmo seu substituto (fala-se em Léo Bianchi, conhecido por suas reportagens de campo engraçadinhas).

    Fato é que, ao escrever no Facebook sobre sua saída definitiva, recebeu quase 13 mil “likes” em seu post e acumulou mais de mil comentários, em menos de 24 horas - em sua maioria, lamentando a saída do apresentador de suas funções originais. Entre outros depoimentos, é chamado de “ídolo”,

    Leia mais »from O Neymar da TV esportiva