Taekwondo: mundial começa nesta terça e Brasil participa com seleção renovada.

Blog Romano Olímpico

Chelyabinsk na Rússia, é sede a partir desta terça-feira, do campeonato mundial de Taekwondo.  É o 4º mundial de esporte olímpico de 2015. A duração do evento será de 7 dias. O Brasil terá uma seleção renovada, com 16 atletas na competição. Além das medalhas, o mundial dará importantes pontos para o ranking que definirá os classificados para a Rio 2016. Em nenhuma categoria, os brasileiros entram como favoritos as medalhas.

As 3 grandes estrelas do taekwondo brasileiro da última década, não participam do mundial. Natália Falavigna, há anos enfrenta problemas de contusão e nunca mais conseguiu repetir o desempenho que a levou a ser medalhista de bronze olímpica em 2008. Diogo Silva, que ficou a uma vitória de uma medalha na Olimpíada de 2012,  também sofre com contusões e teve resultados pífios neste ciclo olímpico.  Guilherme Dias, o único brasileiro que conquistou medalha no mundial 2013 ( bronze), não conseguiu disputar a seletiva de formação da seleção por causa do peso. Ele compete nos 58kg e no dia da pesagem, ultrapassou esse limite.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

No mundial 2015  são 8 categorias em disputa no masculino e outras 8 no feminino. Já na Olimpíada apenas 4  categorias de peso para cada sexo. Mas todos os que vão disputar o mundial podem estar na Olimpíada, porque o taekwondo permite por exemplo, que uma atleta da categoria 46kg do mundial,  possa competir nos 49kg da Olimpíada.  

Chances de medalha-  Não temos brasileiros entre os favoritos, mas alguns podem surpreender. São os casos de Julia Vasconcelos ( 5º no mundial 2013), Iris Sing ( 3º do ranking mundial), Guilherme Felix ( prata no Grand Prix final de 2013) e Henrique Precioso.

Confira os principais favoritos em cada categoria
Feminino

46kg- 40 atletas na disputa. O Brasil terá Iris Sing, 3º do ranking mundial. No ano passado Iris ganhou o Aberto da Alemanha. Favoritas: a cipriota  Kyriaki Kouttouki  e a canadense Yvette Young ( líderes do ranking mundial).

49kg- 54 atletas na disputa. Categoria de peso olímpica. Brasil terá Talisca Reis, 19º do ranking mundial Categoria só tem feras: a croata Lucija Zaninovic ( líder do ranking mundial), a espanhola  Brigitte Yague  ( campeã do Grand Prix final em 2014 ),  a tailandesa Chanatip Sonkham ( atual campeã mundial) e a chinesa  Jingyu Wu ( atual campeã olímpica)

53kg- 49 atletas na disputa. Brasil terá Alessandra Trevisan.  Favoritas:  a taiuanesa Yun Wen  e a egípcia  Radwa Kader ( líderes do ranking mundial )

57kg- 51 atletas na disputa. Categoria de peso olímpica. Brasil terá Josiane Lima. Ela foi prata no Aberto do Canadá em 2013 e repetiu a medalha no Aberto da Espanha em 2014. Favoritas:  a espanhola Eva Calvo ( líder do ranking mundial) , a japonesa Mayu Hamada (vice-campeã mundial em 2013)  e a britânica Jade Jones (atual campeã olímpica)

62kg- 45 atletas na disputa. Brasil terá Julia Vasconcelos, 5º colocada no mundial 2013. Favoritas: a suíça Nina Klay  e a canadense Ashley Kraayeveld ( líderes do ranking mundial), além da australiana Carmen Marton ( atual campeã mundial)

67kg- 40 atletas na disputa. Categoria de peso olímpica. Brasil terá Paloma Lima. Favoritas:  a sul-coreana Kyung Hwang ( campeã olímpica) , a francesa Haby Niare ( atual campeã mundial) e a sueca Elin Johansson ( líder do ranking mundial)

73kg- 39 atletas na disputa. Brasil terá Raphaela Galacho, ouro no Aberto da Espanha de 2014 e número 11 do ranking. Favoritas: a sérvia Milica Mandic ( campeã olímpica,  líder do ranking mundial e ganhadora do Grand Prix final em 2014) e   a francesa Anne Graffe ( vice-campeã olímpica).

acima de 73kg- 30 atletas na disputa-  Brasil terá Helorraiene Paiva. Favoritas: a mexicana Briseida Acosta ( líder do ranking mundial)  e a russa Olga Ivanova ( atual campeã mundial).

Masculino

54kg-  67 atletas- Brasil terá o jovem do Amapá, Venilton Teixeira, que venceu alguns torneios internacionais no último semestre - Favoritos: o sul-coreano Kim Tae Hum ( campeão mundial) e o mexicano Cesar Rodrigues ( líder do ranking mundial)

58kg- 79 atletas- Brasil com  Leonardo Moraes. Categoria olímpica. Favoritos: o iraniano Farzan Fallah  e o alemão  Levent Tuncat ( líderes do ranking mundial)

63kg- 68 atletas- Brasil com Davilani Cruz.  Favoritos: o sul-coreano Lee Dae-hoon ( atual campeão mundial) e o belga Jaouad Achab ( líder do ranking mundial)

68kg- 78 atletas- Brasil com Gustavo Almeida. Categoria olímpica. Favoritos: o turco Servet Tazeglu ( atual campeão olímpico) e o russo Alexey Denisenko ( líder do ranking mundial)

74kg- 70 atletas-  Brasil com Henrique Precioso, ouro no Aberto da Espanha em 2014.  Favoritos:   o mexicano Uriel Adriano ( atual campeão mundial), o  português Julio Ferreira ( 2º do ranking mundial) e o russo Albert Gaun ( vice-campeão mundial)

80kg-  62 atletas- Pelo Brasil, André Bilia, bronze no Aberto de Paris 2014. Favoritos: o alemão Tahir Guelec ( atual campeão mundial ),  o mexicano Rene Lizarraga ( vice-campeão mundial) e o moldavo Aaron Cook ( líder do ranking mundial)

87kg- 47 atletas- Pelo Brasil John Lee.  Favoritos: o italiano Carlo Molfetta ( campeão olímpico),  o cubano Rafael Castillo ( atual campeão mundial) e o uzbeque Jasur Baykuziyev ( líder do ranking mundial)

acima de  87kg- 53 atletas- O Brasil terá Guilherme Felix, prata na final do Grand Prix 2013.  Favoritos: o atleta de Gabão Anthony Obame ( vice-campeão olímpico e atual campeão mundial) e o iraniano Saijad Mardani ( vice-campeão mundial)

História do Brasil em mundiais- 1 ouro, 4 pratas e 7 bronzes, desde 1973. Mundiais são disputados a cada 2 anos.  O único ouro brasileiro veio com Natália Falavigna em 2005

Categorias de peso olímpicas-
masculina: 58kg, 68kg, 80kg e + 80kg.   feminino: 49kg, 57kg, 67kg e +67kg

Leia também