Canoagem: Isaquias é prata e se mantêm entre os melhores

Blog Romano Olímpico

Logo no início da manhã deste sábado, exatamente as 6h02, eu acompanhei a final da prova de C1 ( canoa individual) 1000 metros na etapa da Alemanha da Copa do Mundo. E Isaquias Queiroz mostrou mais uma vez que é um forte candidato a inédita medalha olímpica da canoagem brasileira em 2016. Na prova alemã ficou com a prata, mantendo sua trajetória de conquistas. Neste ciclo olímpico, nesta prova,  Isaquias foi bronze no mundial 2013, prata na etapa da Itália da Copa do Mundo em 2014 e agora prata na difícil etapa de Duisburg. Apenas no mundial 2014, Isaquias ficou sem medalha, devido sua queda do barco há poucos metros da chegada.

A prova- Isaquias tem uma largada impressionante. Liderou por quase todo o percurso, mas nos metros finais foi superado pelo incrível Sebastian Brendel. A diferença entre os dois foi de 1s99. O alemão está se tornando  uma espécie de Usain Bolt da canoagem. É o  atual campeão olímpico, atual campeão mundial, atual campeão europeu  e venceu todas as provas que disputou em 2014. Portanto a prata do brasileiro tem que ser muiiiiito valorizada. Em 3º lugar ficou o canadense Mark Oldershaw, bronze na última Olimpíada. Aliás, um duelo Brasil x Canadá que deve se repetir em Toronto, no Pan.

Dentre os principais atletas da prova de C1 1000 metros, apenas o tcheco Martin Fuksa ( vice-campeão mundial em 2014)   e o experiente húngaro Attila Ajda (3 vezes campeão mundial), não competiram em Duisburg.

Outras provas- o Brasil está participando com outros atletas da etapa da Alemanha, mas pelo nível da competição, dificilmente alguém conseguirá chegar a uma final A, como aconteceu com Isaquias.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também