Treinador é preso por fazer sexo com aluna

Leonardo Sacco
Blog da Redação

Todd Boldry, treinador de um time colegial de basquete em Indiana, nos Estados Unidos, foi preso na última segunda-feira por ter se envolvido sexualmente com uma aluna do colégio no qual trabalha. A prisão ocorreu após um exame de DNA comprovar as acusações da garota de que o filho ao qual ela havia dado a luz era do técnico. A relação, que durou entre 2007 e 2009, aconteceu quando ela ainda era menor de idade.

A história já é longa. A criança, filha de Boldry, nasceu ainda em 2010, quando a relação entre o treinador e a garota, que não teve seu nome revelado, havia terminado. Colocado em custódia dentro da própria escola onde trabalha, o técnico tentou negar as relações sexuais, que aconteciam no vestiário do colégio, mas viu sua defesa cair por água abaixo quando o exame de DNA foi apresentado.

Agora Boldry responderá da cadeia pelos crimes de aliciamento de menores e falta de conduta em seu trabalho. O escândalo acontece poucos dias depois de outra professora, também de Indiana, ter sido presa após admitir ter se relacionado sexualmente com um aluno de 14 anos. Sua prisão aconteceu pelos mesmos motivos que a de Boldry. A pena do treinador poderá chegar a seis anos de reclusão e uma multa que pode chegar aos US$ 100 mil.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também