A coincidência mais bizarra da história do MMA

Breno Massena
Nocaute

O ditado que diz que "um raio não cai duas vezes no mesmo lugar" deve ser retirado da humanidade após essa publicação. Pros que gostam de numerologia e coincidências que não dizem muita coisa na prática, conheçam a coincidência mais bizarra da história do MMA.

Um lutador vencer um mesmo adversário duas vezes em sua carreira pode ser considerado um fato comum no meio do MMA, estabelecendo a famosa "freguesia". O mesmo lutador vencer seu conhecido adversário com a mesma finalização da primeira luta é, no mínimo, curioso.

E se esse mesmo lutador vencesse o mesmo adversário, no mesmo round, com a mesma finalização, faturando outra vez o prêmio de finalização da noite, nos mesmos minutos e segundos da primeira luta?

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Bizarro, não?

Pois bem, isso realmente aconteceu. Mas se engana quem pensa que as coincidências param por aí. É bom vocês lerem esse texto até o fim...

No dia 3 de agosto de 2008, o lutador americano Brian Bowles enfrentou seu compatriota Damacio Page pelo WEC, extinta organização comprada pela ZUFFA, detentora do UFC. Até então invicto em sua carreira, Bowles venceu Page aos 3:30 do round 1, por meio de uma guilhotina, faturando o prêmio de finalização da noite.

Após 3 lutas na carreira de ambos, os dois voltaram a se enfrentar...

No dia 3 de março de 2011, quase 3 anos depois, Bowles tentava a reabilitação após perder o cinturão peso-galo do WEC para Dominick Cruz contra Damacio Page.

O resultado?

Bowles venceu Page aos 3:30 do round 1, por meio de uma guilhotina e levou outra vez o prêmio de finalização da noite.

Ou seja: após vencer Damacio Page com uma guilhotina, aos 3:30 do primeiro round de um dia 3, faturando prêmio de finalização da noite, Brian Bowles voltou a encará-lo após 3 lutas e quase 3 anos, vencendo novamente Page com uma guilhotina, aos 3:30 do primeiro round de um dia 3, faturando outra vez prêmio de finalização da noite.

E aí, conseguem lembrar de outra coincidência mais bizarra que essa no MMA?

Fica o desafio.

Deixem seus comentários!

Leia também