Empresário que já teve 10 atletas no São Paulo hoje tem só três

Eduardo Uram é um dos maiores agentes do país, com 124 jogadores como clientes

Uma das pessoas mais afetadas com a troca da presidência no São Paulo foi Eduardo Uram. Durante a era Juvenal Juvêncio, o empresário chegou a ter 10 jogadores no elenco. Hoje, com Carlos Miguel Aidar no comando, restaram apenas três: o lateral-direito Bruno e os zagueiros Edson Silva e Antônio Carlos.

Desses, somente Bruno é titular — embora Auro tenha sido testado na vitória sobre o São Bento, na noite desta quinta-feira, no Morumbi. Já Edson Silva ainda costuma ser a primeira opção para a defesa, enquanto Antônio Carlos nem sequer foi inscrito no Campeonato Paulista. Antônio Carlos nem estreou em 2015.

Em um passado não tão distante, em 2013, era possível montar um time inteiro dom os atletas de Uram no Morumbi, com exceção do goleiro. A relação de clientes do agente nos últimos tempos teve os zagueiros Roger Carvalho e João Filipe, os laterais Cortez, Carleto e Juan, os volantes Jean e Cícero, os atacantes Aloísio e Welliton…

Emprestado ao Grêmio na semana passada, o volante Maicon também é representado por Uram. Coincidência ou não, não há no atual elenco, composto por 35 jogadores, qualquer empresário com mais do que três clientes.

EX-TRICOLORES AGENCIADOS POR URAM:
- Aloísio
- Maicon
- Welliton
- Cícero
- Jean
- Juan
- Carleto
- Cortez
- João Filipe
- Roger Carvalho

REMANESCENTES NO MORUMBI:
- Antônio Carlos
- Bruno
- Edson Silva

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos