São Paulo fecha Paulistão com lucro 200 vezes menor do que o Corinthians em bilheteria

Jorge Nicola
Blog do Jorge Nicola - Yahoo Esportes

Torcedor solitário do Tricolor no Paceambu diante do Botafogo, em jogo com renda negativa de R$ 131 mil (Fernando Dantas/Gazeta Press)

A decepção do São Paulo com o Paulistão não se resumiu a mais uma eliminação nas quartas de final para um pequeno. Financeiramente, o clube praticamente não lucrou com bilheteria. Somados os oito jogos como mandante e o de domingo, contra o Audax, em que a renda foi dividida, o Tricolor embolsou só R$ 39 mil.

Detalhe: o São Paulo acumulava prejuízo de R$ 19 mil até a goleada sofrida por 4 a 1 para o Audax, em Osasco. Os 7.920 pagantes garantiram uma renda de R$ 327 mil, porém, com os descontos, que incluíram 15% de aluguel, 5% da taxa à FPF, entre outras, sobraram míseros R$ 60 mil ao clube do Morumbi.

A comparação com os rivais da capital torna a arrecadação são-paulina no Paulistão ainda mais trágica. O Corinthians ficou próximo da marca de R$ 8 milhões com seus jogos em casa, enquanto o Palmeiras embolsou mais de R$ 3,7 milhões - já incluindo as partidas de quartas de final em Itaquera e no Allianz.

No total, 16 times terminaram o Paulistão com uma bilheteria superior ao Tricolor. As três piores rendas líquidas do torneio foram do time de Edgardo Bauza. O São Paulo teve prejuízo de R$ 131 mil contra o Botafogo, de R$ 121 mil diante do Mogi Mirim e de R$ 101 mil contra o Novorizontino. 

O Pacaembu foi o palco de todos os jogos citados. Vale ressaltar que as péssimas arrecadações são-paulinas têm a ver com o fechamento do Morumbi durante a maior parte do Paulistão, devido à reforma do gramado. Somente o jogo com o Oeste foi realizado no campo tricolor neste estadual.

LUCRO LÍQUIDO COM BILHETERIA NO PAULISTÃO:
1º Corinthians: R$ 7,7 milhões
2º Palmeiras: R$ 3,7 milhões
3º Botafogo: R$ 1 milhão
4º São Bento: R$ 826 mil
5º São Bernardo: R$ 747 mil
6º Red Bull: R$ 685 mil
7º Santos: R$ 660 mil
8º Novorizontino: R$ 537 mil
9º Ferroviária: R$ 519 mil
10º Oeste: R$ 499 mi
11º Audax: R$ 338 mil
12º XV de Piracicaba: R$ 294 mil
13º Linense: R$ 285 mil
14º Mogi Mirim: R$ 205 mil
15º Água Santa: R$ 189 mil
16º Ituano: R$ 146 mil
17º São Paulo: R$ 39 mil
18º Rio Claro: R$ 37 mil
19º Capivariano: R$ - 6 mil
20º Ponte Preta: R$ - 42 mil