Presidente do Santos declara guerra contra Globo e FPF

Blog do Jorge Nicola

Modesto Roma quer Peixe atuando em horários melhores ou exigirá maior cota de TV (Ivan Storti)

As cinco primeiras rodadas do Paulistão já foram suficientes para enfurecer o novo presidente do Santos, Modesto Roma. Empossado no dia 2 de janeiro ele anda incomodado com o papel secundário reservado ao Peixe pela TV Globo e pela Federação Paulista. 

“Estou chateado com os horários dos jogos do Santos e já falei isso com o Reinaldo Carneiro Bastos”, revela Modesto, referindo-se ao próximo presidente da federação - Reinaldo assume o posto em abril, no lugar de Marco Polo Del Nero, que vai para a CBF. 

Ao contrário dos outros grandes de São Paulo, o Peixe ainda não teve qualquer jogo exibido pela Globo nesta temporada. A falta de exposição causa dificuldade na busca por patrocinadores e na luta por novos torcedores. “Mas o pior é que estamos jogando em horários ruins, como às 19h30 de domingo e às 22h de quarta-feira”, lamenta.

O Peixe enfrentou São Paulo e Mogi Mirim às 22h de quarta, com transmissão da Bandeirantes, e Red Bull e Ituano às 19h30 de domingo, no Sportv. Já o confronto com o São Bernardo, às 17h do último sábado, só foi exibido no pay-per-view. 

“Quero aproveitar o congresso técnico do Brasileirão, marcado para 2 de março, para discutir os horários, as verbas e o prestígio do Santos”, avisa Modesto. “Se somos prejudicados nos horários dos nossos jogos para atender à TV, temos de ser beneficiados em alguma coisa. Dinheiro que é bom, nada. Exijo a revisão da nossa cota de TV”, acrescenta Modesto, prometendo uma conversa com Marcelo Campos Pinto, executivo da Globo.

Leia também