Presidente da Lusa admite culpa por rebaixamento, mas detona técnicos e jogadores

Blog do Jorge Nicola
Jorge Nicola
Jorge Nicola

Engana-se quem pensa que a Portuguesa chegou ao fundo do poço na noite de terça-feira, após a derrota por 3 a 0 para o Oeste, que a rebaixou para a Série C do Campeonato Brasileiro pela primeira vez na história. Se não arranjar dinheiro rapidamente, a Lusa corre o risco de ter a energia elétrica do Canindé cortada. “Nem conta de luz, dá para pagar”, reconhece o presidente Ilídio Lico, arrasado.

Nesta entrevista exclusiva, com quase uma hora de duração, Ilídio admite estar envergonhado por ter levado o clube à Terceira Divisão. Ele fala ainda sobre o caos financeiro da Portuguesa, lamenta as contratações dos técnicos Marcelo Veiga e Vagner Benazzi, admite que errou nos reforços indicados por empresários e afirma que apenas três ou quatro atletas do atual elenco serão aproveitados no ano que vem. Para finalizar, abre o jogo sobre o Caso Héverton.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Ilídio Lico assumiu a Portuguesa em janeiro, após a queda no tapetão

BLOG_ Qual a culpa do senhor pelo rebaixamento da Portuguesa para a Série C?
ILÍDIO LICO_ Eu deveria ter assumido o departamento de futebol antes. Tomei posse em janeiro, em meio a um caos total, então, deleguei as decisões ligadas ao time a outros. Se pudesse voltar no tempo…

Como se sente como o presidente que levou a Lusa pela primeira vez à Terceirona?
Estou envergonhado, arrasado… Para falar a verdade, não tenho nem vontade de sair de casa. O pior é que minha família também sofre ao ler e ouvir as pessoas me considerando o pior presidente da história.

Por que o time caiu?
Por uma série de coisas. Não tínhamos dinheiro, demoramos muito para fazer o planejamento, imaginando que jogaríamos a Série A, erramos nas contratações dos jogadores e dos técnicos…

O senhor se arrepende da contratação de algum treinador?
Do Marcelo Veiga. Erramos feio naquela ocasião. Pior que eu nem estava em São Paulo quando ele foi contratado. Quando tentei mudar, me disseram que ele já havia se demitido (do Bragantino) e acertado tudo com a Lusa.

Mas o Zé Augusto já é o sexto técnico na sua gestão.
Pois é. Eu me arrependo de ter mandado embora o Silas. Bom treinador. Já o Benazzi foi uma grande decepção… E agora estamos com uma série de jogadores que ele indicou que não têm qualidade.

Como explicar o fato de a Lusa ter contratado 49 jogadores desde janeiro?
Os jogadores com quem a gente sonhava não quiseram vir, porque pretendiam ganhar R$ 60 mil, R$ 80 mil, R$ 100 mil… Nossa condição não permitia, então, aceitamos indicações e acabou dando nisso.

Será possível aproveitar alguém do atual elenco para 2015, levando em conta que esse time só ganhou três partidas em 33 rodadas?
Vamos aproveitar muito pouco ou quase nada. Se tirarmos uns três ou quatro, será muito. Até alguns meninos da base, em quem apostávamos, já mostraram que não estão prontos.

E o Gabriel Xavier?
Essa é a exceção. Ele é nossa grande esperança de um futuro melhor. Só não posso garantir que ele ficará porque, se surgir alguma proposta muito boa, teremos de vendê-lo para montar um time bom em 2015.

Como o senhor vai montar uma equipe competitiva na Série C com uma cota de TV 80% menor do que a atual?
Estou mais preocupado em pagar as contas atuais. Nem conta de luz, dá para pagar. Se eu não arranjar dinheiro, vão cortar a energia. Acho que vou ter de pagar do próprio bolso.

E os salários dos jogadores?
É um dos problemas que tenho para resolver até dezembro. Sem contar os funcionários, que custam R$ 300 mil por mês. São 165 pessoas e olha que já cortei bastante desde o ano passado.

Ainda há alguma cota de TV ou patrocinador a receber?
Absolutamente nada. A Globo já pagou tudo e não temos patrocinadores. Minha esperança é em relação ao acerto que estou fazendo com o Rincón.

Por causa do patrocínio que ele não pagou em 2009?
Exatamente. A Portuguesa já ganhou esse processo na Justiça e ficou de pegar o apartamento onde mora sua ex-mulher. Ele ligou oferecendo um acordo e estou negociando.

O senhor já sabe por que o Héverton foi utilizado irregularmente na última rodada do Brasileirão de 2013?
Foi coisa premeditada. Não dá para falar muito, porque eu não tenho como provar e ainda vou acabar processado, mas sabemos da participação do departamento jurídico. E agora estamos tentando eliminar o Manuel da Lupa.

Eliminar da condição de conselheiro e sócio?
Sim. Mas ele não aparece nas reuniões do Conselho Deliberativo. Sempre tenta liminar, arranja atestado… Ele acabou com o clube.

O senhor se refere ao Caso Héverton?
Não, me refiro a tudo o que ele fez. O cara vendeu o Luís Ricardo e passou uma das parcelas a receber a um conhecido dele. E a gente contando com esse dinheiro. Também não pagou comissão a uma empresa que colocou o Luís aqui, o que nos rendeu um processo. Sem contar todas as ações dos jogadores do ano passado.

Leia também