Oferta do Braga por Malcom e Matheus Pereira é de R$ 45,5 milhões

Jorge Nicola

Malcom disputou o último Mundial sub-20 com a seleção (Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians)

O Corinthians receberá na segunda-feira propostas pelo atacante Malcom e pelo meia Matheus Pereira, ambas do pequeno Braga, de Portugal. O valor do pacote: R$ 45,5 milhões. O problema é que o Timão só ficará com R$ 9,3 milhões se aceitar.

A oferta maior, por Malcom, é de R$ 28 milhões. O Timão é dono de 30% dos direitos econômicos, ou seja, embolsaria R$ 8,4 milhões. Já Matheus pode sair por R$ 17,5 milhões, porém, o clube paulista possui apenas 5% de seus direitos, que equivalem a R$ 875 mil.

“Muita gente me critica, mas estou tentando ajudar o Corinthians, que não tem dinheiro para pagar salários e direitos de imagem”, explica o empresário Fernando Garcia, que cuida da carreira dos garotos e é o responsável pelas negociações.

Quarto colocado do Campeonato Português na última temporada, o Braga vai disputar a Liga Europa. Segundo Garcia, o clube faturou mais de R$ 150 milhões nos últimos dias com a venda de quatro jogadores. Em breve, o clube deverá anunciar nos próximos dias a negociação do volante Danilo, capitão da seleção no Mundial Sub-20, para a Juventus, da Itália. O valor impressiona: R$ 52,4 milhões.

Recentemente, foram contratados o volante Alef, que disputou o Mundial Sub-20 pela seleção brasileira, e os atacantes Crislan e Rodrigo Pinho, vice-artilheiros do Paulistão e do Carioca, respectivamente.

Ex-conselheiro: Fernando Garcia não é mais conselheiro do Corinthians. “Eu renunciei”, assegura o empresário, que era criticado por fazer negócios com o clube do qual era dirigente.

O clube deve R$ 6,5 milhões a Garcia: “Emprestei R$ 3 milhões para quitarem salários do Pato no ano passado e outros R$ 2,7 milhões para comprarem o Uendel. O resto são juros”.