Dorival bate boca com Prass e perde comando do elenco palmeirense

Jorge Nicola
Jorge Nicola

O técnico Dorival Junior perdeu o moral com a maior parte do elenco palmeirense. Tudo começou após a derrota para o Coritiba por 2 a 0, pela 36ª rodada do Brasileirão. O goleiro Fernando Prass não gostou da forma defensiva como o time se comportou no Couto Pereira e discutiu com o treinador no vestiário, diante dos outros jogadores.

Pouco antes, em entrevista na saída do gramado, Prass já havia cornetado a falta de ímpeto do Palmeiras para atacar o adversário. Na oportunidade, a equipe entrou em campo com quatro volantes — Renato, Washington, Wesley e Victor Luis — e apenas um atacante — Henrique.

Depois do bate-boca, um grupo de atletas tomou partido de Prass. As maiores críticas a Dorival têm a ver com seu estilo autoritário e com a insistência na escalação de alguns jogadores.

Ontem, em entrevista à rádio La Red, da Argentina, o atacante Mouche cornetou o treinador abertamente. “O Gareca confiou em mim e eu tinha esperança de atuar bem com uma camisa histórica do Brasil, mas não aconteceu. Ele se foi e para nós, argentinos, custa ter continuidade com o novo treinador.”

A notícia de que o técnico não é mais unanimidade já chegou aos ouvidos do presidente Paulo Nobre, reforçando sua ideia de demiti-lo ao fim do Brasileirão, independentemente da permanência ou não do
time na Série A.

Contratado em setembro, Dorival esteve à frente do Verdão em 19 partidas, com seis vitórias, quatro empates e nove derrotas. Seu contrato só termina em junho de 2015 e a multa pela quebra custaria a Nobre o equivalente a 50% dos salários que ele ainda teria a receber.

image

Dorival é considerado prepotente por alguns jogadores (Fernando Dantas/Gazeta Press)

Outro lado - No início da tarde desta quinta-feira, o Palmeiras entrou em contato com o Blog e pediu que fosse publicado o seguinte texto:

A assessoria de imprensa da Sociedade Esportiva Palmeiras desmente as informações publicadas na Coluna do Jorge Nicola (no jornal Diário de São Paulo) e no Blog do Jorge Nicola, na manhã desta quinta-feira (04), a respeito de uma fictícia discussão entre o técnico Dorival Júnior e o goleiro Fernando Prass após a partida contra o Coritiba, no dia 23 de novembro.

O treinador alviverde enfatiza que são mentirosas as informações veiculadas pelo jornalista. O goleiro, um dos capitães da equipe ao longo da temporada, também mostrou indignação com a nota e reiterou as palavras do comandante.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos