Os vídeos imperdíveis da Copa América

Blog Futebol e Outras Guerras
Os vídeos imperdíveis da Copa América
Os vídeos imperdíveis da Copa América

Véspera de um grande evento esportivo é aquele momento em que os publicitários se ESBALDAM na elaboração de comerciais e mesmo torcedores comuns se esmeram na produção de vídeos motivacionais para suas seleções. Sem a EFERVESCÊNCIA de uma Copa do Mundo, a Copa América também rende ótimas produções.

A Copa América do Chile começa nesta quinta-feira, 11 de junho. Vai ser um torneio interessante, com muitos craques em campo e cartolas dando explicações nos bastidores. Os vídeos – comerciais de marcas, motivacionais feitos por torcedores comuns ou produções oficiais das entidades – ajudam a entender como cada seleção se prepara para a competição.

Uruguaios contra o impossível

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

“Há uma partida que a seleção vem jogando desde 1900. É um clássico: Uruguai contra o Impossível”. O vídeo produzido pelo canal on line TCC retrata a seleção uruguaia pela tradicional garra charrua e pelas vitórias históricas em batalhas que pareciam impossíveis. “Estádios inteiros que nos querem ver fora e fora deixamos eles”, diz o vídeo, com cenas do Maracanazo em 1950, da classificação na Copa do Mundo de 2010 com a mão de Suárez e o recente título da Copa América 2011, na Argentina.


Chile: a dor como motivação

A bola que Maurício Pinilla chutou no travessão contra o Brasil na Copa do Mundo ainda doi no coração chileno. Quase todos os comerciais e vídeos motivacionais produzidos no delgado país lembram o lancel, que serve como motivação para um renascimento do time de Jorge Sampaoli e para a união dos chilenos em torno da Roja. País sede da Copa América, o Chile vê na competição a última grande chance de coroar com um título a ótima geração de Vargas, Vidal, Aránguiz, Aléxis Sánchez e companhia.

A eliminação para o Brasil é o mote do vídeo oficial produzido pela Associação Nacional de Futebol Profissional. “É como despertar de um sonho, sabendo que o impossível continua sendo impossível”, diz o narrador.


O comercial da Coca-Cola é mais otimista e procura retratar que a seleção chilena está mais madura e mais forte. “Nos golpes também se cresce”, diz o vídeo, ao mostrar o lance de Pinilla na Copa.


O comercial da cerveja Cristal é bacana pela ideia de colocar craques da atualidade tabelando com legendas do passado, como Carlos Caszely e Iván Zamorano. “A sede está intacta”, é o lema.


Mais descontraído, o comercial do Canal 13 mostra comunicadores da emissora em situações cotidianas NARRADAS emotivamente por um torcedor.


Bolívia: sobre torcer por quem não vence

“Um amigo me perguntou se eu não tinha vergonha de ser boliviano”, começa o narrador do vídeo amador feito desde os arredores do Illimani. E segue um discurso emotivo sobre torcer para uma seleção que nunca ganhou nada e tem como maiores glórias ter chamuscado alguns gigantes do futebol mundial, como Argentina e Brasil.


Argentina: promessas pela metade

O comercial da emissora TyC (envolvida no escândalo de corrupção desbaratado pela Fifa, diga-se) faz graça com o envolvimento dos argentinos com a Copa América. “Como não é uma Copa do Mundo, fazemos promessas pela metade”, diz o comercial, que mostra pessoas fazendo promessas “medio pelo” caso a Argentina conquiste a Copa América. Tem até a participação da comediante Lizy Tagliani, que é transexual (um abraço, Eduardo Cunha).


Venezuela: polêmica desnudada

O vídeo venezuelano correu o mundo pela polêmica provocada. A produção é de um canal chamado Desnundando la Notícia, cuja LINHA EDITORIAL gira em torno de mulheres tirando a roupa enquanto lêem notícias. No vídeo “motivacional” para a Copa América, as apresentadores prometem ficar nuas em uma praça de Caracas na medida em que a Vinotinto vá se classificando no torneio.

Leia também