Los Pibes de Oro: os jovens que podem brilhar na Libertadores

Daniel Cassol
Daniel Cassol

Outro dia mostramos que a Libertadores deste ano vai estar repleta de jogadores veteranos, alguns voltando aos seus clubes de origem para encaminhar a aposentadoria. Mas nem só de velharia é feita a maior competição de clubes do mundo, que faz a Champions League parecer um torneio estudantil (provocação gratuita).

Entre revelações, promessas e jogadores mais rodados, listamos os jovens craques que poderão ser vistos na Libertadores de 2015. Importante deixar claro que deixamos os clubes brasileiros de lado e só falamos de jogadores dos países vizinhos. É um modesto guia para quem quiser acompanhar com mais detalhes a competição que está começando nestes princípios de fevereiro.

E assim vai se formando nosso especialito de Libertadores. Já mostramos que esta edição terá o maior número de times campeões do torneio e mostramos os veteranos que ainda desfilam sua cátedra América do Sul adentro. Agora é a hora de conhecermos los pibes que valem ouro e podem brilhar em seus times na competição. Olho neles.

Trilha sonora sugerida para a leitura do post: “Siempre te amaré”, com Los Pibes de Oro.

Ricardo Centurión (Racing)

O craque do Racing Club de Avellaneda não pode mais ser chamado de promessa, até porque já tem muita gente de olho. Formado no Racing, Centurión teve uma rápida e frustrada passagem pelo Genoa, da Itália, mas retornou a casa para ser campeão argentino. E com direito ao gol do título contra o Godoy Cruz, em um Cillindro estufado de enlouquecidos racinguistas. Centurión é habilidoso, rápido e faz seus gols. O presidente do clube disse nesta segunda-feira (26) que o São Paulo fez uma oferta pelo jogador.

Luis Pavez (Colo Colo)

Luis Pavez é um lateral-esquerdo de apenas 19 anos, que estreou no Colo Colo em 2013 e é apontado como grande promessa do clube. Foi titular da seleção chilena no Sul-Americano Sub-20 disputado no Uruguai, mas não deu sorte com La Roja, eliminada como lanterna do grupo B.

Juan Delgado (Colo Colo)

Outro jovem jogador do Colo Colo, o meio-campista Juan Delgado tem 21 anos e apareceu em enquetes sobre a revelação da temporada passada no Chile. Além disso, foi convocado pelo técnico Jorge Sampaoli em agosto de 2014 para os jogos da seleção chilena principal contra México e Haiti. Estreou bem com a Roja: Juan Delgado fez gol na vitória do Chile sobre o Haiti, em setembro do ano passado.

Sebastian Martinez (Universidad de Chile)

O volante da Universidad de Chile também foi apontado como uma das revelações do futebol chileno em 2014 e chamado por Jorge Sampaoli para os amistosos contra Peru e Bolívia, em outubro do ano passado.

Camilo Mayada (River Plate)

Camilo Mayada tem 24 anos e não pode ser mais chamado de jovem promessa, mas o fato de ter se consagrado no modesto Danubio faz dele uma potencial revelação da Libertadores. Meia armador, liderou o Danubio na conquista do campeonato uruguaio em junho de 2014. Foi eleito o melhor jogador do ano passado na pesquisa do jornal El País e foi chamado por Óscar Tabárez para os amistosos da Celeste contra o Japão e a Coreia do Sul. O bom desempenho chamou atenção do Fluminense, que tentou sua contratação. Mas Mayada acabou indo parar no River Plate e jogará a Libertadores por um gigante argentino.

Éder Álvarez Balanta (River Plate)

O colombiano Éder Álvarez Balanta, 21 anos, estreou como profissional no River Plate em 2011. Depois de um bom começo de temporada no ano passado, quando foi campeão com o técnico Ramón Diáz, o zagueiro perdeu espaço no time titular com a chegada de Marcelo Gallardo. Mesmo assim, esteve na Copa do Mundo no Brasil com a seleção colombiana, sendo lembrado pelo técnico José Pékerman desde 2013. Apesar da reserva, é muito querido pela torcida do River Plate pelo seu estilo de jogo, aliando força, velocidade e certa habilidade para um defensor (habilidade que o leva a jogadas temerárias na frente da área). Foi especulado no São Paulo há poucos dias e atuou como titular no amistoso contra o Estudiantes.

Guzmán Pereira (Universidad de Chile)

O volante de 23 anos despontou no Montevideo Wanderers e foi escolhido o melhor volante defensivo da temporada 2013-2014 do futebol uruguaio, segundo o jornal El Observador. A boa atuação no Wanderers fez Guzmán Pereira cruzar a cordilheira e ir parar na Universidad de Chile, onde participou da conquista do Apertura. Em novembro, vestiu pela primeira vez a Celeste principal. Ele mesmo se define como mais que um volante quebrador de bola.

Fernando Fernández (Guaraní)

Fernando Fernández, 23 anos, é um centroavante de área formado nas categorias de base do Guaraní, do Paraguai. Ele foi escolhido o melhor jogador do futebol paraguaio do ano passado em diferentes eleições realizadas no país, entre elas o Prêmio ABC Color ao Melhor Futebolista Paraguaio do Ano. E o motivo, é claro, foram os gols. Fernández anotou 31 tentos no Apertura e no Clausura paraguaios em 2014, além de um gol contra a Universidad de Chile na pré-Libertadores. As notícias recentes davam conta de sondagens do Racing pelo jogador.

Dario Rodríguez (Independiente Santa Fe)

Aos 19 anos, Dario Rodríguez é apontado como uma das melhores promessas entre os jovens promovidos por Gustavo Costas, treinador do Independiente. O atacante já foi convocado para a seleção colombiana sub-20 e ganhou sua primeira oportunidade como titular no ano passado. Ao lado de nomes como John Freddy Miranda, 17 anos, e Sebastián Salazar, 18, também promovidos pelo treinador, Dario Rodríguez foi um dos que mais se destacou. Seu primeiro gol como a camisa do Santa Fe foi em julho do ano passado, contra o Equidad.

Pedro Velasco (Barcelona)

O jogador do Barcelona de Guaiaquil foi escolhido o melhor lateral-direito do futebol equatoriano em 2014 na votação organizada pela Associação de Futebol do Equador. Pedro Velasco tem 21 anos e foi convocado diversas vezes para as seleções de base do país. Lateral de imposição física e velocidade, eventualmente deixa seus gols.

Giovanni Simeone (River Plate)

Filho do treinador do Atlético de Madrid, Diego “El Cholo” Simeone, o Cholito Giovanni vem tendo ótimas atuações no Sul-Americano Sub-20 disputado no Uruguai. Aos 19 anos, o atacante é o artilheiro do torneio, com sete gols. No River Plate, começou a ter oportunidades no time principal com a chegada do técnico Marcelo Gallardo e participou da campanha do título da Copa Sul-Americana de 2014.

Gastón Pereiro (Nacional)

Para começar, vale dizer que o meia do Nacional do Uruguai fez recentemente uma tatuagem no braço direito com o rosto de seu companheiro e ídolo Álvaro Recoba. Isso mesmo. Tão habilidoso quanto maluco, Gastón Pereiro é xodó da torcida do Nacional. Não se sabe se vai disputar a Libertadores, porque é muito especulado na Europa. Está disputando o Sul-Americano Sub-20 e já fez dois gols pela Celestinha. O primeiro deles contra o Brasil.

Cristián Cuevas (Universidad de Chile)

Outro que talvez não fique para jogar a Libertadores. Cristían Cuevas tem 19 anos e pertence ao Chelsea, para onde foi em 2013, depois de se destacar no O’Higgins. De volta à Universidad de Chile, o meio-campista não teve grandes oportunidades, mas fez figura no Sul-Americano Sub-20, apesar da eliminção da Rojinha. Fez um golaço de falta na derrota para o Brasil.

Lembram de mais alguma promessa, revelação ou craque imberbe que vai arrebentar nesta Libertadores? Usem os comentários para complementar o post.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos