Menor que assumiu culpa por disparo de sinalizador é premiado com bolsa de estudos

Futebol 5 Estrelas


O menor de idade H.A.M, 17, provocou muito barulho após assumir a culpa por ter detonado o sinalizador naval que matou o garoto boliviano Kevin Douglas Beltrán Espada, 14, no jogo entre San José e Corinthians, na Bolívia pela Libertadores.

Na ocasião ele assumiu toda culpa para o repórter Valmir Salaro. .“Eu me sinto a pior pessoa do mundo. Não sei mais o que fazer da minha vida. Me arrependo amargamente”, disse para às câmeras de TV.

Conforme informação de Bernardo Itri, da Folha de S.Paulo, a crise existencial passou. O menor que assumiu a culpa pela morte de Kevin ganhou uma bolsa integral para cursar o ensino superior. Ele terminará o ensino médio neste ano , em 2014, poderá começar a fazer uma faculdade na zona leste. Pode cursar o que quiser de graça.

Segundo a Folha, a torcida organizada Gaviões da Fiel foi a responsável por barganhar a bolsa de estudos e não terá custo algum –o benefício foi concedido pela instituição de ensino. O nome da faculdade é mantido em sigilo pela torcida porque existe o temor que o jovem sofra retaliações de outros alunos.

A faculdade envolvida também teme protestos sejam feitos para impedir que o garoto ganhe a bolsa de estudos.

Na Bolívia

Enquanto isso, a situação dos 12 torcedores detidos na Bolívia segue complicada. Uma das estratégias da defesa dos corintianos é tentar ao menos responder ao processo em liberdade no país. Eles teriam até alugado uma casa em Cochabamba como sinal de boa fé e que não pretendem sair do país.