Quanto custa Anderson Silva x Jon Jones?

Fernando Zanchetta
Editor de MMA
Casca Grossa

Dana White começou a viajar seriamente na ideia. O presidente do UFC já deixou claro que "um caminhão de dinheiro" mudará o rumo e vai acabar com as ressalvas que os astros Anderson Silva e Jon Jones têm em aceitar a superluta dos sonhos de dez entre dez fãs do mundo todo.

**Siga o Blog no Twitter:@cascagrossablog
***CURTA o Casca-Grossa no Facebook!

O caso ainda vai render muito pano pra manga, mas no geral toda cautela em excesso da dupla, que renega qualquer cifra oferecida, gira em torno de arriscar grandiosidades.

Quem acompanha MMA sabe que entre as superestrelas do UFC não há mais como tudo ser feito puramente em nome da diversão. Há muitos fatores envolvidos, como patrocínios, acordos, direitos de imagem. Além de grandes aletas, Anderson e Jones são tratados também como grandes marcas. É aquela história dos males que vêm para o bem (será mesmo?), típica nos esportes modernos.

MAIS! [Análise] GSP ou Jones: qual o 'mais fácil' para Anderson?

No campo da possibilidade, porém, as ambições seguem livres. Aos 37 anos e com os números mais perfeitos na história do UFC, pessoalmente Anderson não teria mais nada a provar como lutador. Mas os fãs mais ávidos não pensam assim, e querem sempre 'mais' de quem sempre promove o 'algo a mais' dentro do octógono.

Como o Spider declaradamente quer se manter na ativa por mais cinco anos, vai se tornar maçante ficar apenas atestando a superioridade. É hora de ousar, e pra valer. O fato de se mostrar aberto a encarar outra empreitada de peso em 2013, contra o canadense Georges St.Pierre, pode ser o primeiro passo para favorecer uma premissa ideal.

Sobre Jones - que sem dúvida configura desafio estilístico muito mais atrativo do que GSP -, por enquanto o brasileiro segue lacônico com o "não" toda vez que é indagado, e o norte-americano repete o coro.

A cada atuação, Anderson mostra o caminho correto para quem quer se tornar histórico dentro do octógono. Jones vem em seguida, bem na cola e com muitos anos da carreira promissora ainda pela frente. A superluta entre ambos ainda é algo utópico, só dá para acreditar vendo. Será que o respeito e amizade tão apregoados pela dupla se manterá intacto, mesmo com as investidas constantes dos tubarões de White e cia? Ou a máxima do 'tudo tem um preço' será determinante? Pelo jeito, logo mais saberemos.

>Leia mais sobre MMA no Yahoo!
Machida quer Hendo e Jones, depois médios
Weidman acha que Spider vai enfrentá-lo logo

Minotauro rechaça aposentadoria