• Falcão só jogou o Paulistão de 2005 pelo Tricolor, mas era querido pela torcida (Marcelo Ferrelli/Gazeta Press)

    Nem Daniel Alves nem Felipe Melo, muito menos Conca. O principal alvo do São Paulo para a próxima janela de transferências é Falcão. Aquele mesmo que defendeu o Tricolor por 13 partidas em 2005. Mas a ideia é ter o melhor jogador de futsal do mundo para atuar nas quadras.

    “Eu até já avisei o Falcão que farei o possível e o impossível para trazê-lo, no máximo, até o ano que vem”, confirma Marcelo Pepe, diretor comercial do Tricolor. “Estamos reestruturando nosso time de futsal agora e vamos deixar tudo arrumadinho para tê-lo até 2016”, assegura.

    Lanterna da Liga Nacional de Futsal do ano passado, o Tricolor rompeu a parceria com o Bauru e passará a gerir o time sozinho. “Conseguimos patrocínios de R$ 600 mil e já montamos um time bem melhor, com o Índio, o Greuto… Já o Sandrinho, ex-seleção, será o gestor”, conta. 

    Para atrair a torcida, os ingressos para as partidas como mandante

    Saiba mais »de Dez anos depois, São Paulo quer recontratar Falcão
  • Tão logo noticiado pela ESPN Brasil, o TV Esporte Blog repercutiu a volta do Campeonato Italiano ao canal neste ano, via acordo de sublicenciamento junto ao Fox Sports, detentor do contrato para o atual triênio iniciado na temporada 2012-2013 e que termina agora na 2014-2015. Faltava detalhar melhor isso tudo e falar sobre o próximo contrato referente 2015-2016 a 2017-2018. É o que faremos agora.

    Reafirmando o que por nós foi publicado na sexta-feira, a ESPN Brasil pagou ao Fox Sports para também transmitir o restante da atual temporada 2014-2015, acordo válido só para 2015, portanto. A Fox havia tomado o Italiano da ESPN em 2012, direitos exclusivos nas duas primeiras temporadas e que a partir da 25ª rodada do último ano, a deste fim de semana, passou a ser compartilhado. Jogos distintos até o fim do torneio, exceto Roma x Juventus na segunda, que seria a partida da ESPN, mas, uma vez que a Fox já havia iniciado uma divulgação do importante jogo entre líder e vice da competição,

    Saiba mais »de Volta do Italiano à ESPN é só para restante da temporada. Por enquanto. E o próximo triênio? TV Esporte Blog explica
  • Apesar de ter sido fritado, Muricy jura que não pensou em se demitir (Almeida Rocha/Diário SP

    Muricy Ramalho esteve no olho do furacão nos últimos dias. Desde a derrota para o Corinthians, ele virou alvo de fritura interna e teve sua demissão pedida pela maior uniformizada do São Paulo. A turbulência levou o treinador a tomar uma decisão que ele já ensaiava havia tempo: “Vou parar uns três meses, no fim do ano. Não penso em me aposentar ainda, mas preciso descansar”, revela Muricy, em entrevista exclusiva que você confere a seguir.

    BLOG_ Você quase nunca se meteu em polêmica com jogadores, mas está sempre na mira dos dirigentes. Foi assim no São Paulo, no Palmeiras, no Santos… Por quê?
    MURICY RAMALHO_ Acho que é porque eu falo muito “não”. Já recusei mais de 30 jogadores oferecidos aqui no São Paulo. Também não aceito almoçar com os caras, não faço média… Chego aqui, faço meu trabalho e vou para casa.

    Muita gente no Morumbi diz que o presidente Carlos Miguel Aidar não confia em você.
    Ele

    Saiba mais »de Muricy: 'Vou parar uns três meses, preciso de descanso'
  • Coluna de sábado

    image jpg 2871-227

  • image

    Ao seguir rejeitando ajuda efetiva da tecnologia para que os árbitros tentem cometer menos erros nas partidas de futebol, a Fifa sinaliza, mais uma vez, que não se importa com jogos decididos pelo apito. E esse é, sem dúvida, um dos grandes problemas que o esporte enfrenta.

    Nada é mais frustrante para quem gosta de futebol e também para o torcedor consciente - não levo aqui em consideração, portanto, os representantes da Lei de Gérson, que adoram o “ganhar roubado é mais gostoso” - do que ver um jogo maculado por erros de arbitragem. 

    Os argumentos da Fifa e da International Football Association Board para a não adoção do replay em jogadas essenciais são risíveis e beiram a infantilidade. Não há lógica no medo do atraso significativo das partidas ou no fato de que em alguns campeonatos a tecnologia não poderia se usada por questões financeiras e ou logísticas.Todas são desculpas esfarrapadas para não encarar o problema de frente e, mais ainda, para estimular a discussão e a injustiça. Há

    Saiba mais »de Fifa é a maior patrocinadora dos erros de arbitragem
  • image

    Allione dribla goleiro do Penapolense; argentino tem apenas 20 anos (Cesar Greco/Ag. Palmeiras)

    Uma das principais críticas ao Palmeiras, no ano passado, foi o gasto de
    R$ 23 milhões com a compra de Cristaldo, Allione,  Tobio e Mouche. Hoje, apenas o último não é titular, e nem poderia, pois se recupera de cirurgia no joelho direito. Apesar de Cristaldo ser artilheiro do time, quem é visto como mina de ouro é Allione.

    O meia, de 20 anos, que começou jogando as seis partidas do Verdão em 2015, passará a valer ainda mais nos próximos meses, assim que conseguir o passaporte italiano. “Ele já deu entrada no processo e deverá conseguir em breve”, confirma o empresário de Allione, José Galante.

    Tobio e Mouche, inclusive, já têm cidadania italiana, o que permite a eles que sejam contratados por clubes europeus sem ocupar as vagas destinadas aos atletas estrangeiros. 

    “O Allione já teve até proposta da Fiorentina, em janeiro. Ele iria por empréstimo, com preço fixado num valor bem alto”, conta

    Saiba mais »de Na mira da Fiorentina, Allione vai ter passaporte italiano
  • Coluna de sexta

    image jpg 2870-108

  • Desde o início do ano, o Palmeiras conseguiu um patrocínio máster, está próximo de alcançar a marca de cem mil sócios-torcedores, contratou 19 jogadores… Em meio à série de boas notícias, há uma negativa: o clube fechou o mês de janeiro com prejuízo de R$ 5,2 milhões. O valor foi apresentado na noite de quinta-feira ao COF (Conselho de Orientação Fiscal).

    Apesar do déficit, todos os membros do COF aprovaram o balancete apresentado pelo presidente Paulo Nobre. O grande vilão em janeiro foi o departamento de futebol profissional, que custou R$ 15,6 milhões. Todo o restante do clube, incluindo futebol amador, social, administrativo, entre outros, custou R$ 1,5 milhão.

    O quadro deve mudar a partir de fevereiro, quando começa a cair R$ 1,8 milhão mensal do contrato com a Crefisa, que estampará sua marca no peito e nas costas da camisa. O presidente palmeirense ainda confirmou aos cofistas que já acertou a venda das outras propriedades do uniforme, conforme o Blog revelou em 13 de fevereiro.

    Saiba mais »de Palmeiras fecha mês de janeiro com déficit de R$ 5,2 milhões
  • O ciclismo mountain bike, ou MTB, também é modalidade olímpica. Na última Olimpíada o Brasil não teve representante no feminino. Mas a situação melhorou muito nesse ciclo olímpico. Duas jovens atletas figuram entre as 40 melhores do ranking mundial e tem dominado as principais provas na América do Sul. Isabella Lacerda, de 25 anos, é número 40 do ranking e Raiza Goulão ( foto) ,de 23 anos, é número 38 do mundo. 

    image

    Pelo menos uma delas estará entre as 29 atletas que disputarão a Olimpíada,  já que o Brasil tem uma vaga assegurada por ser sede. O país pode até levar as duas, dependendo de melhoras no ranking.

    No mundial de MTB do ano passado, o melhor resultado do Brasil foi o 37º lugar de Raiza Goulão. Ela também foi a melhor brasileira no Campeonato Pan-americano. Em 2015, Raiza começou muito bem, vencendo o Troféu Brasil e o Aberto de Noa, na Argentina.  

    Em Jogos Pan-americanos, o Brasil nunca obteve medalhas no MTB, com as mulheres. Em Toronto, o Canadá é favorito ao ouro,

    Saiba mais »de Ciclismo MTB: Brasil tem duas mulheres entre as 40 melhores do ranking mundial
  • O ATP 500 de Dubai terá o prazer de servir de palco para uma final entre dois dos maiores tenistas da atualidade, o sérvio Novak Djokovic e o suíço Roger Federer, primeiro e segundo cabeças de chave do torneio. Os dois tenistas entraram em quadra nesta sexta-feira, pelas semifinais da competição, e a lógica prevaleceu.

    Djokovic, porém, precisou de três sets para derrotar o bom Tomas Berdych, quarto cabeça de chave, por 6-0, 5-7 e 6-4. O tcheco, após um péssimo início de jogo, se recuperou logo em seguida e colocou contra as cordas o número 1 do mundo, que resistiu no último set e evitou a eliminação para chegar à final.

    A classificação para Federer veio de maneira muito mais tranquila. O suíço atropelou o croata Borna Coric em dois sets (6-2, 6-1). O jovem croata se tornou a grande surpresa do torneio ao eliminar nas quartas o escocês Andy Murray em rápidos dois sets (6-1, 6-3), mas não encontrou brechas contra Federer, número 2 do ranking da ATP.

    "Eu não conhecia o tênis dele (Coric) e

    Saiba mais »de Djokovic e Federer decidem título em Dubai