Bia Maia comenta derrota em simples em Cincinnati: 'Sem espaço para desculpas'

National Bank Open


Beatriz Haddad Maia e Anna Danilina avançaram na chave de duplas do WTA 1000 de Cincinnati. A dupla superou as experientes Latisha Chan e Sam Stosur em 6/3 7/6(5) e 1h31 de duração, se garantindo nas oitavas de final do torneio norte-americano. Lá, Bia e Danilina enfrentarão as cabeças de chave 3, a japonesa Ena Shibahara e a chinesa Shuai Zhang.

Em simples, a brasileira caiu na estreia para a letã Jelena Ostapenko, a cabeça 16 da competição e número 15 do mundo num duplo 6/4. Vindo de final no WTA de Toronto, disputada no último domingo, Bia não atribui a derrota ao cansaço.

"No nosso ambiente de trabalho não há espaços para desculpas. O fato de chegar em Cincinnati na madrugada de domingo para segunda não interferiu no resultado. Se eu entro em uma quadra de tênis é porque estou apta a dar o meu melhor. Perdi porque, nesse nível, é preciso ser agressiva e propor o jogo o tempo todo. Um lapso de desconcentração e passividade custam caro. Não tive a disciplina e coragem necessária que um jogo como esse exige. Ela, por sua vez, foi agressiva do início ao fim e mereceu sair com a vitória. Sigo aprendendo", disse a 16ª melhor tenista do mundo.