Berrettini, que treinou com Nadal, dá positivo para COVID e desiste de Wimbledon

AELTC
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


Bomba no torneio de Wimbledon! Depois de Marin Cilic, o italiano Matteo Berrettini, atual vice-campeão e dos mais cotados ao título, desistiu por conta de teste positivo para COVID-19 nesta terça-feira.

Berrettini estava no lado de Rafael Nadal para eventual semifinal. Os dois treinaram juntos na quarta-feira passada fazendo um treino histórico, o primeiro prévio ao evento na quadra central do All England Club.

Cilic, que também testou positivo, treinou na quinta com Novak Djokovic e na segunda-feira também deu positivo sendo obrigado a desistir. Ele também estava do lado de Nadal para duelo de oitavas de final.

"É com o coração partido que anuncio que tenho que me retirar de Wimbledon devido a um resultado positivo de COVID. Estou com sintomas de gripe e estou isolado nos últimos dias. Embora esses sintomas não sejam graves, decidi que era importante passar por mais um teste esta manhã para proteger a saúde e a segurança dos meus companheiros de equipe e de todos os envolvidos no torneio. Não tenho palavras para descrever a extrema decepção que sinto. O sonho acabou para este ano, voltarei mais forte", disse o italiano que vinha de títulos em Queen´s e Stuttgart e 20 vitórias nos últimos 21 jogos na grama.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos