Bautista Agut bate Ramos e faz, em Kitzbühel, 3ª final no ano

Divulgação


Vindo de uma virada heroica diante do tcheco Jiri Lehecka, o espanhol Roberto Bautista Agut, 20º da ATP, manteve o embalo e bateu o compatriota Albert Ramos Viñolas, 52º, para se garantir na grande final do ATP 250 de Kitzbühel, na Áustria.

Cabeça de chave três no torneio, Bautista precisou de 2h05 para fechar o placar em 6/3 7/6 (7-3) diante do quinto favorito. Na partida, Bautista disparou três aces contra dois do canhoto espanhol, que cometeu duas duplas-faltas a uma e venceu 57% dos pontos jogados com seu primeiro serviço contra 70% de aproveitamento e Bautista.

A partida foi um típico jogo de saibro, com pontos longos desde a linha de base e os dois tenistas buscando pressionar, sem agredir tanto o adversário. Com seu jogo mais dentro de quadra, Bautista teve breakpoints ao longo do primeiro set, mas manteve-se firme sacando, minando a confiança de Ramos, que cometendo erros foi quebrado no 6º game, viu o rival abrir 5/2 e administrar.

No segundo set, Bautista mostrou-se confiante, saiu quebrando o saque do compatriota, fez 5/2, mas tomou a devolução da quebra no 8º game, viu Ramos trabalhar bolas cruzadas e salvar três match-points para confirmar a segunda quebra no 10º game e empurrar a disputa para o tiebreak. Ali, bautista que tinha virado o jogo contra Lehecka nesta quinta-feira quando perdia em 4/6 3/5 devolveu muito bem e fechou a partida.

Esta é a 3ª final de Bautista na temporada 2022. Ele foi campeão no piso rápido de Doha (Qatar) e vice na grama de Mallorca (Espanha).

Na grande finald e Kitzbühel, ele aguarda pelo vencedor do duelo entre a surpresa local Filip Misolic e o alemão Yannick Hanfmann

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos