Barça vai gastar de 15 a 20 milhões de euros para jogar no Estádio Olímpico durante obras no Camp Nou

O Barcelona avalia que terá que desembolsar "entre 15 e 20 milhões de euros" para reformar o Estádio Olímpico da capital catalã, onde jogará na temporada 2023/2024 enquanto as obras são realizadas no Camp Nou.

"Nós nos comprometemos a adaptar as instalações olímpicas, que já estão em muito boas condições, e modernizar vários serviços, como a tribuna de imprensa, os vestiários e um estacionamento interno", disse o presidente do Barcelona, Joan Laporta, nesta terça-feira.

O dirigente do Barça especificou que essas reformas implicarão um desembolso de "entre 15 e 20 milhões de euros (15,8 e 21 milhões de dólares)", em um ato em conjunto com o vice-prefeito de Barcelona, Jaume Collboni, para apresentar o acordo entre o clube e a capital catalã.

A Câmara Municipal, por sua vez, será responsável por melhorar a mobilidade para chegar ao Estádio Olímpico, para o qual prevê investimentos de 7,2 milhões de euros (7,6 milhões de dólares), dos quais a Câmara Municipal pagará 64% e os restantes 36% serão bancados pelo Barça.

O Barcelona planeja iniciar neste verão europeu no Camp Nou as primeiras reformas, que continuarão na próxima temporada, embora continue jogando em seu feudo.

Na temporada 2023/2024, o Barcelona se mudará para o Estádio Olímpico para coincidir com as obras do terceiro nível e da cobertura do Camp Nou.

A equipe passará de um estádio com quase 100.000 lugares para 55.000 no Estádio Olímpico, e por isso o Barça pensou em um "sistema de rodízio democrático" para que todos os sócios possam assistir seu time no Estádio Olímpico.

O Barça planeja voltar ao Camp Nou na temporada 2024/2025, mas com capacidade reduzida para em torno de 50% enquanto prosseguem as obras, que devem terminar na temporada 2025/2026.

O Barcelona solicitou um crédito de até 1,5 bilhão de euros (1,7 bilhão de dólares) para financiar essas obras em seu estádio e nos arredores.

O Barça planeja destinar 900 milhões de euros do empréstimo (1,04 bilhão de dólares) para remodelar o Camp Nou, 420 milhões (488 milhões de dólares) para modernizar o Palau Blaugrana (onde joga o time de basquete do Barça, entre outros) ou 20 milhões (23,2 milhões de dólares). dólares) para o estádio Johan Cruyff, da subsidiária.

gr/psr/aam

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos