Balbuena cita parceria com Méndez e elogia ambiente no Corinthians: 'Como se não tivesse saído'

Contra o Avaí, Balbuena fez o seu quinto jogo no retorno ao Corinthians (Foto: Rodrigo Coca / Ag. Corinthians)


Na vitória por 2 a 1 do Corinthians sobre o Atlético-MG, pela décima nona rodada do Brasileirão, Fabián Balbuena fez sua reestreia pelo Timão. Elogiado por Vítor Pereira, o paraguaio destacou o bom ambiente no elenco para acelerar sua readaptação ao clube e futebol brasileiro.

+ GALERIA - Fábio Santos vira herói do Corinthians em virada sobre o Atlético-MG

- Falei na apresentação, achei o grupo bacana, maioria já conheço, eles me fizeram sentir como se não tivesse ido embora. Cheguei e foi como se não tivesse saído, ambiente bom como sempre, uma família. Isso é bom quando chega, se sentir dessa forma, faz a adaptação mais fácil, os trabalhos fluem com naturalidade. Facilita para o jogador render mais - disse o zagueiro na zona mista do Mineirão.

Durante sua primeira passagem pelo clube do Parque São Jorge, entre 2016 e 2018, Balbuena ficou conhecido por ser um atleta vocal dentro do grupo e sempre deixando o máximo em campo. Contra o Galo, foi possível ver o jogador se comunicando bastante com os seus companheiros.

- Como zagueiro, a gente tem um panorama melhor em campo. Dependendo das situações do jogo, tem que dar algumas orientações para os jogadores de frente, para manter a organização e ordem defensiva - explicou.

+ TABELA - Veja datas e simule os jogos do Corinthians no Brasileirão

O técnico Vítor Pereira surpreendeu ao escalar Balbuena com Bruno Méndez na zaga corintiana. Desde que retornou de empréstimo do Internacional, o defensor uruguaio vinha atuando como lateral ou ala pela direita. O novo camisa 31 do Timão deixou claro que a comunicação entre eles no jogo foi fundamental para o resultado positivo.

- A gente sabe a qualidade dele, não conhecia pessoalmente mas temos amigos em comum. Foi muito bom jogar com ele, a gente vinha falando nos treinos. A comunicação é fundamental e hoje foi, mais ainda quando perdíamos por 1 a 0. Isso é uma das virtudes desse grupo, não perdeu a compostura, cabeça para seguir, trabalhando forte para ganhar o jogo - comentou.

Após o gol da virada feito por Fábio Santos, Balbuena foi atingido por uma garrafa de água que veio da torcida atleticana, enquanto celebrava com seus companheiros. O defensor condenou a atitude e se mostrou aliviado por não ter saído com qualquer tipo de machucado.

- O bandeirinha do lado viu, ele falou para o juiz. Atitude que no futebol não tem que acontecer. Torcedor vem para torcer para o seu time, é uma situação desagradável. Ainda bem que não pegou muito forte, mas acertou em cheio - concluiu o zagueiro na zona mista.

No sábado (30), às 19h, o Corinthians recebe o Botafogo na Neo Química Arena pela primeira rodada do returno do Brasileirão. Antes, na quarta-feira (27), às 21h30, o Timão vai até Goiânia, onde enfrenta o Atlético-GO no Antônio Accioly, pela partida de ida das quartas de final da Copa do Brasil.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos