Atlético-MG cogita ir ao STJD por Hulk x Daronco

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Denúncia do atacante do Atlético após partida contra o São Paulo ainda não chegou ao fim.
Denúncia do atacante do Atlético após partida contra o São Paulo ainda não chegou ao fim. Foto: (Pedro Vilela/Getty Images)

Na entrevista coletiva que o Atlético Mineiro convocou para que o clube pudesse pontuar e criticar decisões de equipes de arbitragem contra o Galo, um dos vice-presidentes do clube mineiro, José Murilo Procópio, comentou sobre a denúncia feita por Hulk após o jogo contra o São Paulo contra o árbitro gaúcho Anderson Daronco. De acordo com o camisa 7, a autoridade máxima dentro de campo o teria ameaçado: "Quando estava acabando o jogo ele falou assim: 'cuidado com o que você vai falar lá fora'. Eu falei 'por que?', e ele respondeu 'porque não é o último jogo que eu vou apitar de vocês'. Isso é uma ameaça ou não? Eu não sei. Diante dos meus quatro filhos, foi a conversa que eu tive com ele ali".

Procópio citou os caminhos que o Galo pode tomar para conseguir o áudio captado pelo microfone utilizado por Anderson Daronco na partida: "O caminho seria nós entrarmos com uma Notícia de Infração contra o (Anderson) Daronco, por meio do STJD. Isso seria avaliado pela Procuradoria. Ela entendendo que há falta disciplinar, apurada no diálogo, teremos um processo contra o Daronco no STJD. Que essa comissão de arbitragem nos forneça a íntegra do diálogo entre Daronco e Hulk".

Leia também:

No início da semana, a CBF chegou a divulgar os áudios do VAR em três lances polêmicos da partida terminada em 0 a 0 entre o clube mineiro e o tricolor paulista, mas não apresentou a fala de Daronco.

Sérgio Coelho, presidente do Atlético Mineiro, questionou: "O Daronco não vem a público dizer se ameaçou ou não, qual foi o tom da conversa. E ninguém da comissão de arbitragem fala nada, como se nada tivesse acontecido. E ele continua apitando. Isso é razoável? É aceitável? Não é defender o Atlético ou o Hulk. É defender o futebol brasileiro!".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos