Atleta chega em último para ajudar rival no Europeu de atletismo

Nahuel Carabana ajudou Axel Vang Christensen após tropeço em prova do Europeu de atletismo. Foto: Matthias Hangst/Getty Images
Nahuel Carabana ajudou Axel Vang Christensen após tropeço em prova do Europeu de atletismo. Foto: Matthias Hangst/Getty Images

O atleta andorrano Nahuel Carabaña tornou-se notícia durante o Campeonato Europeu de Atletismo em Munique depois de sacrificar a própria prova nos 3.000 metros com obstáculos para ajudar um de seus rivais, o dinamarquês Axel Vang Christensen, que sofreu uma queda quando liderava e acabou tropeçando e ficando no chão.

Carabaña, que vinha por trás, não hesitou em parar para atender o dinamarquês que era o primeiro, em um dos saltos, caiu no chão e ficou ali com gestos de dor. O andorrano também o afastou da pista para evitar maiores problemas.

Leia também:

Ao final da prova, na última posição e longe da liderança, Nahuel Carabaña foi aplaudido de pé por todo o estádio graças ao seu gesto esportivo.

“Ele não conseguia se mexer e os outros competidores poderiam tê-lo atropelado na volta seguinte. Eu instintivamente parei quando percebi isso e decidi ajudá-lo. Eu nem sabia o nome do corredor ou que país ele estava representando. Eu só queria ajudar”, disse o herói de Andorra após a corrida.

O andorrano conseguiu cruzar a meta, a mais de um minuto do vencedor, o italiano Osama Zoghlami, mas com um reconhecimento pelo gesto de desportividade com o companheiro de prova. Antes da disputa, Carabaña deixou claro que estava muito motivado por um bom resultado.

"É o principal objetivo desde o início da temporada e tenho trabalhado muito durante todo o ano", declarou o atleta, acrescentando que estava "muito motivado e com muita vontade de enfrentar esta competição", finalizou.

A própria federação europeia de atletismo fez uma postagem no Twitter onde definiu o ato como a "esportividade em seu melhor momento".