Atlético-MG vence o Atlético-GO fora de casa e alivia pressão no Brasileirão

Keno, no primeiro tempo, e Hulk, na segunda etapa, decretaram a vitória alvinegra em Goiânia - (Foto: Pedro Souza/Atlético-MG)


Neste domingo, no Antônio Accioly, em Goiânia, o Atlético-MG venceu o Atlético-GO por 2 a 0, com gols de Keno e Hulk. Com o resultado, o Galo segue em busca da vaga direta à Libertadores. Enquanto isso, o Dragão se vê cada vez mais afundado na zona de rebaixamento, na penúltima posição.

>>> Veja como estão as obras da Arena MRV, novo estádio do Atlético-MG

A partida foi dividida em dois tempos completamente distintos. Na primeira etapa, um jogo de mais transpiração que inspiração, que contou com um lampejo de Keno, no último lance, para abrir o placar para o Atlético-MG.

No tempo complementar, o Galo foi seguro e ampliou a vantagem com Hulk, que chegou ao 26º gol na temporada. A partir daí, o time de Cuca administrou o marcador, uma vez que o Atlético-GO, mesmo com as substituições de Eduardo Baptista, se mostrou inofensivo.

De destaque, Eduardo Vargas voltou a ser acionado no Atlético-MG. O chileno, que passou por problemas disciplinares e ficou de fora das últimas três partidas, entrou na segunda etapa na vaga de Eduardo Sasha.

PRÓXIMOS COMPROMISSOS:

Enquanto o Galo enfrenta o Red Bull Bragantino na quarta-feira, no Mineirão, o Dragão vai ao Morumbi, para decidir uma vaga à final da Sul-Americana, diante do São Paulo.

FICHA TÉCNICA DA PARTIDA:
ATLÉTICO-GO 0x2 ATLÉTICO-MG
Data: 4 de setembro 2022 (domingo)
Horário: 18h (de Brasília)
Local: Antônio Accioly, Goiânia (GO)
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (SP)
Assistentes: Alex Ang Ribeiro e Fabrini Bevilaqua Costa (Ambos do SP)
VAR: Daiane Caroline Muniz dos Santos (SP)
Cartões amarelos: Nathan Silva (CAM), Luiz Fernando (ACG), Zaracho (CAM)
Gols marcados: Keno, aos 49'/2ºT (0-1) e Hulk, aos 13'/2ºT (0-2)

ATLÉTICO-GO (Técnico: Eduardo Baptista)

Renan; Dudu (Jorginho, aos 13'/2ºT), Wanderson, Klaus e Jefferson (Arthur Henrique-intervalo); Gabriel Baralhas, Marlon Freitas (Airton, aos 28'/2ºT), Willian Maranhão e Shaylon (Wellington Rato, aos 13'/2ºT); Luiz Fernando (Léo Pereira-intervalo) e Churín.

ATLÉTICO-MG (Técnico: Cuca)

Everson; Mariano, Réver, Nathan Silva, Jemerson (Calebe, aos 32'/2ºT) e Guilherme Arana; Jair e Zaracho (Rubens, aos 22'/2ºT); Keno (Ademir, aos 22'/2ºT, Eduardo Sasha (Eduardo Vargas, aos 32'/2ºT) e Hulk (Nacho Fernández, aos 24'/2ºT).