Atlético-MG tenta acordo com STJD para denúncia de gritos discriminatórios

Cantos ocorreram no primeiro jogo das oitavas de final da Copa do Brasil contra o Flamengo - Foto: Matheus Dantas


O Atlético-MG tenta negociar um acordo de transição disciplinar com o Supremo Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por conta de "cantos discriminatórios" ocorridos na partida contra o Flamengo pela ida das oitavas de final da Copa do Brasil no Mineirão.

A transição disciplinar consiste em um acordo de penalização com a Procuradoria. No dia da partida, alguns torcedores do Atlético-MG entoaram os cantos enquadrados como discriminatórios como provocação contra a torcida rival.

Com a denúncia, o Atlético-MG correria o risco de perda de pontos do jogo, mas que não poderá ser efetivada por conta da eliminação do time mineiro da Copa do Brasil.

O Atlético-MG também foi denunciado por uma invasão de um torcedor no campo do Mineirão durante o empate por 0x0 contra o São Paulo pelo Campeonato Brasileiro. O clube mineiro apresentou um boletim de ocorrência com identificação do invasor, e foi absolvido por unanimidade.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos