Atlético-MG é premiado em cinco categorias da Confut Sudamericana 2022

Atlético-MG/Divulgação


O ano mágico de 2021 continua rendendo bons frutos ao Atlético-MG. O Galo foi destaque na premiação da Confut Sudamericana, realizada na noite dessa sexta-feira (15/7), em São Paulo. O alvinegro venceu o prêmio “Melhores do Continente” em cinco categorias, entre elas a de Melhor Executivo de Futebol, com o diretor de futebol Rodrigo Caetano.

O Atlético-MG também foi premiado pelo melhor programa de sócio-torcedor (Galo na Veia); melhor campanha (Manto da Massa); melhor executivo comercial, Pedro Melo; e melhor profissional de dados, Pedro Picchioni.

Em 2021, o Galo conquistou os títulos do Campeonato Mineiro, Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro.

Realizado pela primeira fez, a Confut Sudamericana reuniu, nos dias 14 e 15 de julho, os principais players e nomes do futebol sulamericano para discutir as principais tendências, desafios e oportunidades desse mercado tão relevante na cultura do nosso continente.

Bastidores agitados
Mas nem tudo é um mar de rosas no lado alvinegro. Se por um lado, 2021 é um marco na história do clube, esse sucesso agita o presente atleticano. A pressão sobre o técnico Turco Mohamed aumentou após a eliminação nas oitavas de final da Copa do Brasil após derrota por 2 a 0 para o Flamengo, na última quarta-feira (13/7). Os torcedores reclamaram muito da forma passiva e sem intensidade que o Atlético-MG atuou na partida eliminatória.

O treinador Turco Mohamed continua com prestígio junto à alta cúpula do Atlético-MG. A informação foi dada pelo diretor de futebol do Galo, Rodrigo Caetano, em entrevista no início da noite dessa sexta-feira (15/7) à rádio Itatiaia. O executivo afirmou que a diretoria atleticana se reuniu ontem, avaliou o trabalho do técnico argentino e decidiu de forma unânime pela continuidade do trabalho.

“Tivemos uma reunião na sexta-feira (15/7), que faz parte da rotina que temos, principalmente em situações importantes durante este período de gestão no clube. Analisamos e avaliamos, não só resultado, mas também rendimento. Foi unânime a decisão da continuidade do Turco. Temos confiança no trabalho dele. Estaremos sempre atentos à melhora do rendimento do time. Neste momento, optamos pela continuidade, esperando a reação após uma eliminação dura”, disse o dirigente à rádio Itatiaia.

“Todas as decisões do órgão colegiado, junto ao presidente, junto com o departamento de futebol, são em consenso. Quando se fecha a situação (ciclo no clube), para um atleta ou para um membro da comissão técnica. Se discute sobre tudo e se define sobre a posição. Em relação às cobranças, jamais vou externar nossas conversas; é um princípio básico. Temos um grupo de atletas extremamente responsável, que conquistou muita coisa no Atlético, mas que também tem muita fome de seguir vencendo e conquistando títulos. Está indignação e frustração faz parte deste grupo quando não consegue o resultado. Estamos tentando reerguer o ânimo. Estamos a dois pontos do líder e sabemos que quando começa o returno, é preciso estar próximo do topo”, completa o executivo.

No Brasileirão, o Atlético-MG está na quarta posição na tabela com 28 pontos e apenas dois do líder Palmeiras. Na competição nacional, o Galo tem sete vitórias, sete empates e apenas duas derrotas, um aproveitamento de 58,33%.

Muito pressionado pela massa alvinegra, o treinador argentino terá mais uma partida importante neste domingo, às 18h, contra o Botafogo, no estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro. Em caso de outro tropeço, a situação de Turco Mohamed pode ficar insustentável.

No comando do Atlético-MG, o argentino foi campeão da Supercopa do Brasil e do Campeonato Mineiro.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos