Ativista invade quadra na Laver Cup e ateia fogo ao próprio braço

O segundo jogo da Laver Cup, em que o grego Stefanos Tsitsipas venceu o argentino Diego Schwartzman nesta sexta-feira, foi interrompido brevemente após a invasão de um ativista que ateou fogo ao próprio braço em protesto contra os aviões particulares.

Tsitsipas tinha acabado de fechar o primeiro set em 6-2 e os jogadores estavam nos bancos de suas equipes quando um jovem, com uma camiseta que dizia "Fim aos jatos particulares no Reino Unido", se aproximou da rede.

Ele se sentou no meio da quadra e colocou uma substância inflamável em seu braço, mas as chamas foram rapidamente apagadas e o jovem foi retirado pelos seguranças do torneio.

Em seguida, os árbitros verificaram que a quadra, que também foi afetada pelo fogo, estava em bom estado. O jogo pôde continuar e Tsitsipas venceu o segundo set por 6-2 para dar ao time da Europa uma vantagem de 2-0 sobre a equipe do resto do mundo.

"Ele chegou não sei de onde. Não tenho ideia do que ele queria. Nunca tinha vivido um incidente assim na quadra. Espero que esteja bem", disse o tenista grego depois do jogo.

O grande momento do dia na Laver Cup será a despedida do tênis do suíço Roger Federer, que ao lado do espanhol Rafael Nadal enfrentará a dupla formada pelos americanos John Sock e Frances Tiafoe.

hap/pm/mcd/cb